Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Internet)

Técnica inovadora ensina como limpar água usando mandacaru.

A alternativa é uma notícia para o sertanejo que vem tentando driblar a seca. Pesquisador explica que planta possui na sua composição um polímero natural.

Fonte: G1
20/03/2017

Uma técnica diferente ensina a limpar a água de barreiros e lugares onde a qualidade não é tão boa. A ideia veio do Ceará e utiliza uma planta muito conhecida na região Nordeste, o Mandacaru. A alternativa é uma notícia para o sertanejo que vem ao longo do tempo tentando driblar a seca e conseguir água. Veja a seguir como é realizado esse processo:



(Vídeo: Reprodução/G1)

No Sul do Ceará, o químico industrial Sávio Aires encontrou um jeito de tratar a água de forma artesanal e com o custo quase zero. Ele utiliza como matéria prima o mandacarú. A planta nativa que é muito rica em fibras e por ela é retirado um fragmento, onde é usado a parte gelatinosa do cacto.

"Ela possui na sua composição um polímero natural, que em contato com água faz uma floculação da sujeira, deixando ela limpa para qualquer uso", explicou.

No sertão, o barreiro é a fonte para o rebanho matar a sede. Durante o período de pesquisa, o desafio foi transformar água barrenta do local em limpa e até própria para o consumo humano. O processo é bem fácil e simples fazer: a água amarelada pode ser colocada em uma garrafa pet e para cada um litro basta apenas uma grama de mandacaru.

"Basta esperar uns 10 minutos e depois faca a agitacão para que ocorra o processo de floculação. É rápido e suficiente. Já para purificar uma água represada a mais tempo, pode repetir o processo usando duas gramas de mandacaru e a mesma quantidade de cal", frisou.

Depois da água limpa é possível ver no fundo do recipiente o lodo que fica, mas segundo o estudioso nem isso pode ser desperdiçado. A sujeira é composta de matéria orgânica, presente na água do barreiro e pode servir de adubo para a terra.

Para o homem do campo, que precisa tanto da água na irrigação, para o consumo próprio e dos animais a ideia chegou em boa hora. "Todas as dicas que ele deu vou procurar fazer do mesmo jeito. Para futuramente que água ficar limpa", declarou o criador Telito Sampaio Teles.