Carregando...

Publicidade

A indústria, juntamente com o comércio, o turismo e o agronegócio, irá apresentar suas demandas na próxima segunda-feira ao Governo do Estado. (Foto: José Leomar)

Estado avalia estratégia para alavancar setores produtivos.

07/04/2017

Os setores público e privado cearenses estarão reunido nesta segunda-feira (10), no pontapé inicial para elaborar um Plano de Desenvolvimento Setorial e Bianual para o Estado. O objetivo é tornar realidade a reação da economia e recolher ideias factíveis e executáveis que ajudem a impulsionar a retomada de setores em curto prazo.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico do Ceará (SDE), Cesar Ribeiro, receber as contribuições desses setores é importante para validar ações rápidas com o objetivo de aquecer o mercado. “Vamos reunir o agronegócio, turismo, comércio e a indústria e ouvir as demandas desses setores, para iniciarmos medidas de curtíssimo prazo, que impactem na nossa economia, e no médio e longo prazo, para criarmos facilitadores em cima dessas demandas”, destacou o titular da Pasta.

Como exemplos de medidas que podem ser implementadas decorrentes do Plano de Desenvolvimento, Ribeiro cita “reduções tarifárias relacionadas à logística, medidas que impactem dentro do comércio, promoção dos serviços que podem ser agregados, trabalhar com os agentes financeiros para ter linhas de crédito mais competitivas e movimentar as relações de investimentos que as empresas têm”.

Entidades como a Federação da indústria do Estado do Ceará (Fiec), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Federação das Associações do Comércio, Indústria, Serviços e Agropecuária do Ceará (Facic), entre outras, participarão do encontro.

Parceria com a Seplag

O processo de elaboração do plano recebeu o apoio da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) na articulação com as demais secretarias de Estado. No último dia 29 de março, a Seplag reuniu secretarias que influenciam mais diretamente o crescimento do Ceará e as orientou que selecionassem as principais ações que poderiam impulsionar no curto prazo o crescimento econômico.

A SDE está recebendo informações, que podem envolver recursos orçamentários, eliminar gargalos, melhorar o campo regulatório e o ambiente de negócios, reduzindo a burocracia ou mesmo criando incentivos fiscais na alçada do Executivo, até o próximo dia 17 de abril. Após reunir as contribuições da indústria, comércio, turismo, agronegócio, secretarias de governo e instituições de fomento, entre outros, o Plano de Desenvolvimento será apresentado ao governador Camilo Santana.

Encontro

Ainda na segunda-feira (10), o governador Camilo Santana participa de reunião-almoço com o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL-CE), Freitas Cordeiro, e o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Fortaleza, Severino Neto. Na pauta, os representantes do comércio discutirão suas demandas com o governador do Estado.