Carregando...

Publicidade

A penalidade imposta à administradora do Porto do Pecém é decorrente do acidente ambiental que resultou no lançamento de carvão mineral na praia. (Foto: Reprodução)

APLICADA PELO IBAMA: Cearáportos: multa de R$ 13,8 milhões.

20/04/2017

Brasília. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou ontem (19) a empresa Cearáportos, que administra o Porto do Pecém, localizado em São Gonçalo do Amarante (CE). A multa, fixada em R$ 13,8 milhões, é decorrente do acidente ambiental que resultou no lançamento de carvão mineral na Praia do Pecém.

A fiscalização realizada pelo Ibama gerou três autos de infração. A maior penalidade, aplicada no dia 12 e referente ao lançamento de resíduos sólidos (pó de carvão mineral) na faixa de areia e no mar, foi de R$ 12,5 milhões. A administradora do porto também foi autuada em R$ 1,25 milhão por não ter comunicado a ocorrência ao Ibama, conforme estabelece condicionante da licença ambiental.

O acidente teria ocorrido no início de abril. Um terceiro auto de infração, no valor de R$ 4 mil, foi lavrado em razão de a empresa ter deixado de apresentar relatório ambiental após notificação relacionada a outra ocorrência. As sanções totalizam R$ 13.809.500,00.

"O Porto do Pecém é um empreendimento relevante para o desenvolvimento econômico do Ceará e deve estar preparado para cumprir a legislação ambiental", disse o responsável pela fiscalização do Ibama no Ceará, Miller Câmara.

"É necessário que o Complexo Industrial e Portuário do Pecém esteja preparado para reagir aos acidentes ambientais de forma satisfatória, causando o mínimo de impacto aos ecossistemas e à população local", concluiu Câmara.