Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução)

Chuvas voltam a animar o sertão do Estado do Ceará.

25/04/2017

Iguatu. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou, entre as 7h de domingo e 7h de ontem, chuva em 74 municípios. As três maiores foram observadas em São Gonçalo do Amarante (78mm), Moraújo (53mm) e Uruburetama (40mm). Há possibilidade de precipitações isoladas na faixa Centro-Norte do Estado para os próximos dois dias.

Na semana passada, houve uma redução de chuvas. Segundo o meteorologista da Funceme, David Ferran, a estiagem observada pode ser classificada como veranico e ocorreu por causa do afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), imensa massa de nuvens que forma o principal sistema indutor de chuvas durante a quadra de fevereiro a maio.

Neste fim de semana, a ZCIT aproximou-se novamente da costa do Ceará, favorecendo chuvas isoladas, beneficiando mais a faixa litorânea. “A gente tem a expectativa de que lá para o fim desta semana outras regiões sejam beneficiadas com chuvas, como Centro-Sul e Sul do Estado”, disse Ferran.

No campo, em muitas regiões há necessidade de que as chuvas continuem para assegurar a safra de milho, que está em desenvolvimento. “O plantio mais tardio, feito em meados de março, necessita de água até a primeira dezena de maio”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva.

O Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) registrou, ontem, aporte em 56 açudes na ordem de 16,18 milhões de metros cúbicos. No momento, 40 permanecem em volume morte e 17 secos. Em média, o Ceará acumula nos 153 reservatórios monitorados pelo órgão, 12,4% de sua capacidade total. Onze açudes estão sangrando: Acaraú Mirim (Massapê), Caldeirões (Saboeiro), Cauhipe (Caucaia), Itaúna (Granja), Maranguapinho e Itapebussu (Maranguape), São Pedro Timbaúba (Miraíma), Tucunduba (Senador Sá), Valério (Altaneira), Gameleira e Quandu (Itapipoca).