Carregando...

Publicidade

Contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições. (Foto: Reprodução)

633 mil entregam declaração IR no Ceará e número supera expectativa.

Quem não declarou no prazo terá que pagar multa com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

01/05/2017

O número declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) no Ceará superou as expectativas em 2017. Com o fechamento encerrado nesta sexta-feira (28), o balanço foi de 633.034 contra as 625.000 esperadas pela Receita Federal.

Quem não declarou dentro do prazo, agora terá que pagar multa. O valor é calculado com base no valor do imposto devido. Com isso, nem mesmo quem tem direito à restituição fica livre de pagar caso entregue a declaração após o prazo estipulado pela Receita.

A penalidade para os documentos enviados com atraso corresponde 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, cujo valor mínimo é de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

Restituição

Já os contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

Neste ano, os lotes de restituição serão disponibilizados aos contribuintes nos dias 16 de junho, 17 de julho de 2017, 15 de agosto, 15 de setembro, 16 de outubro, 16 de novembro e 15 de dezembro.

Retificação

Quem declarou o IRPF sem todos os documentos necessários, poderá fazer o ajuste a qualquer momento. Contudo, todas as retificações devem estar no mesmo modelo da declaração original (completa ou simplificada). Também é necessário ter o número de entrega da declaração anterior para informar no novo documento. Confira o passo a passo aqui.