Carregando...

Publicidade

A abertura será no Centro de Convenções do Cariri, com a presença do governador Camilo Santana e da presidente da SBPC, Helena Nader. (Foto: André Costa)

ATÉ SÁBADO: Começa hoje, no Crato, a 69ª Reunião Regional da SBPC.

02/05/2017

Crato. Com o tema "Território, Biodiversidade, Cultura, Ciência e Desenvolvimento", começa hoje, pela primeira vez no Cariri, a 69ª edição da reunião regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A abertura acontecerá às 19h, no Centro de Convenções do Cariri, e contará com as presenças do governador Camilo Santana (PT), da presidente da SBPC, Helena Nader; do secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda; e do reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Patrício Melo.

Até o sábado (6), serão mais de 150 trabalhos científicos apresentados, 200 palestrantes e um público estimado em quatro mil pessoas. O evento, que reúne pesquisadores, professores e estudantes de todo o País e do exterior, é uma parceria entre SPBC, Urca e Universidade Federal do Cariri (UFCA). O pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação da UFCA e integrante da Comissão Executiva Interinstitucional do evento, Juscelino Pereira Silva, destacou que a multipluralidade de assuntos possibilita enriquecimento singular para a região. "O evento agrega diversos pesquisadores brasileiros de renome e destaca a cultura brasileira com eventos culturais e discussões sobre a temática geral da reunião. O Cariri tem muito a ganhar com um evento desse porte e a participação, sobretudo dos estudantes", observou.

Programação

Durante os cinco dias, 17 conferências discutirão, entre outros temas, meio ambiente, políticas científicas, inovação e educação. A programação conta, ainda, com 11 mesas-redondas, dentre as quais se destacam: "A seca e os desafios na gestão de recursos hídricos no Semiárido nordestino", "A importância da Biodiversidade da Floresta Nacional do Araripe (Flona) para pesquisa científica", "Cultura, Memória e Contemporaneidade", "O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores" e "Os impactos da interseção arte e sociedade na formação e transformação de sujeitos-cidadãos-pensantes".

Além disso, 34 minicursos serão ofertados com temáticas variadas. "Geoprocessamento aplicado à gestão pública", "Escrita científica em látex", "Plantas medicinais do Cariri e Centro-Sul do Ceará", "Cachaça: Tradição e inovações", "Reaproveitamento integral de alimentos regionais", "Horta escolar e ecoalfabetização: ajudando a construir uma escola com responsabilidade socioambiental", "Geopark Araripe: conhecendo o único Geoparque-Unesco do Brasil", "Cidadania, direito e acessibilidade" e "Microbiologia aplicada à saúde", são alguns dos minicursos.

Lira Nordestina

A mais antiga gráfica de cordel e xilogravura do Brasil, a Lira Nordestina, antiga Tipografia São Francisco, estará presente na "Expo Lira URCA. A mostra, de acordo com o curador, Jackson Bantim, permite observar a história da gráfica em painéis, fotografias e xilogravuras. "Inclusive haverá uma máquina imprimindo xilos pra distribuir ao público". O material data do início dos anos 1920, quando era a maior produtora de cordel do Brasil, até os dias atuais, no Salão da Terra, no campus Pimenta da Urca (Crato), das 8h às 21h. (A.C.)]

Mais informações:

Abertura: Terça-feira (2) - 19h

Local: Centro de Convenções do Cariri - Av. Padre Cícero, 4400

Bairro Muriti - Crato