Carregando...

Publicidade

Diversos palestrantes debateram temas atuais e de interesse coletivo, como a importância da biodiversidade da Floresta Nacional do Araripe. (Foto: André Costa)

Encontro regional da SBPC reúne cientistas e estudantes.

05/05/2017

Crato. Mais de dois mil visitantes e quase 80 escolas envolvidas. Os números dos três primeiros dias do maior evento cientifico já realizado no Interior do Estado, a Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (RR-SBPC), expõem o amplo engajamento de estudantes, professores e pesquisadores de vários estados do Brasil e de países do exterior.

A vasta programação contempla mini-cursos, mesas redondas, conferência e apresentação de artigos científicos. As atividades seguem até amanhã (6), no campos Pimenta da Universidade Regional do Cariri (Urca), instituição de ensino que está promovendo o encontro, com apoio da Secretaria de Ciência Tecnologia, e Educação Superior do Estado (Secitece). Ontem, foi aberto no Ginásio Poliesportivo da Urca o espaço SBPC Jovem, com prosseguimento até hoje. As atividades visam o despertar do interesse dos jovens pela ciência, tecnologia e inovação.

Ao longo do dia, diversos palestrantes debateram temas atuais e de interesse coletivo, como a importância da biodiversidade da Floresta Nacional do Araripe (Flona) para pesquisa científica; sustentabilidade econômica e política do SUS; impacto dos lixões nas cidades; e a situação da área de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Brasil, tema discorrido pela presidente da SBPC, Helena Nader.

Ao destacar os acanhados números da educação brasileira, no ensino fundamental, médio e superior, se comparado à outros países do mundo, Nader avaliou que "a ciência é porta para o crescimento de qualquer nação" e acrescentou que "nenhum governo pode avaliar educação e ciência como gastos, mas, sim, investimento". Helena reconheceu, no entanto, o salto de qualidade na educação do Ceará e recordou que o Marco legal de ciência, tecnologia e inovação é fundamental para o salto de qualidade educacional no Brasil.

Dentro da programação de hoje será realizado, às 15h30, conferência do professor doutor Wilson Cano, do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp) sobre Economia, Território e Desenvolvimento Econômico do Nordeste.