Carregando...

Publicidade

Cuca reestreou pelo Verdão neste domingo (Foto: Marcos Ribolli)

Na reestreia de Cuca, Palmeiras inicia defesa do título com goleada sobre o Vasco

Fonte: ESPN
14/05/2017

O Palmeiras iniciou a sua defesa do título brasileiro de forma avassaladora. Neste domingo, na reestreia do técnico Cuca, o time alviverde aproveitou o embalo da festa da torcida e atropelou o Vasco pelo placar de 4 a 0, no Allianz Parque, em duelo válido pela primeira rodada do Brasileirão. Jean, Guerra, e Borja, duas vezes, garantiram o placar elástico para o atual campeão nacional.

Depois da bela estreia, o Palmeiras já terá que mudar o foco para outro torneio. Na próxima quarta-feira, a equipe receberá o Internacional no Allianz Parque, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o Palmeiras volta a campo no sábado, quando visita a Chapecoense, na Arena Condá. Já o Vasco buscará a reabilitação no domingo, jogando em São Januário, diante do Bahia.

O Palmeiras não deu chances para o Vasco neste domingo. Logo aos cinco minutos, Jomar chegou forte em Dudu dentro da área, e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Jean inaugurou o marcador. Na reta final da primeira etapa, ocorreu o segundo gol. Jean recebeu a bola na área, bateu forte, mas Martin espalmou. Guerra pegou o rebote e finalizou.

Logo no começo do segundo tempo, o Palmeiras fez o terceiro. Tchê Tchê fez belo cruzamento, Borja desviou de cabeça e mandou para a rede. Já aos 34 minutos, o golpe final. Dudu foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou nova penalidade, desta vez convertida por Borja.


O jogo


Cuca foi mais festejado pela torcida do que todos os jogadores e, de calça vinho, viu seu time abrir o placar logo aos seis minutos do primeiro tempo. Em uma jogada do lado direito da grande área, Dudu sofreu pênalti de Jomar. Na cobrança, Jean converteu.

Na metade final do primeiro tempo, Jean trocou de lugar com Tchê Tchê e passou para o meio de campo. Aos 40 minutos, em um lance com o dedo de Cuca, Jean recebeu de Tchê Tchê pela direita e bateu para defesa do goleiro Martin Silva. No rebote, Guerra aumentou a vantagem palmeirense.

A equipe visitante teve sua melhor chance de marcar nos instantes finais do primeiro tempo. Em uma saída de bola, Jean recebeu de Fernando Prass de costas e, desatento, perdeu para Douglas. Completamente livre, o vascaíno saiu na cara do gol e acertou o travessão.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com Jean mantido no meio de campo e chegou ao terceiro gol antes do minuto inicial. Em uma nova jogada pelo lado direito, Tchê Tchê cruzou para cabeçada certeira de Borja - na comemoração, os reservas saíram do banco para abraçar o colombiano.

Amplamente superior, o Palmeiras desperdiçou várias chances para marcar o quarto. Em duas jogadas pela esquerda, Dudu sobrou livre, mas Martin Silva defendeu. Pela direita, Guerra também teve sua oportunidade e parou em defesa do goleiro vascaíno. Já Jean, livre no meio da área, mandou para fora.

Em vantagem, Cuca sacou o atacante Willian para a entrada do lateral direito Fabiano, recolocando Tchê Tchê no meio. O Palmeiras fechou o placar aos 34 minutos, quando Dudu sofreu novo pênalti de Jomar. Borja pediu para cobrar e furou a rede do Allianz Parque. Satisfeito, o técnico ainda trocou Guerra e Dudu por Roger Guedes e Keno.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 4 X 0 VASCO


Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Data: 14 de maio de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Cartões amarelos: Jomar (VAS)
Público: 33.425 pagantes
Renda: R$ 2.109.685,93
Gols:
PALMEIRAS: Jean, aos seis minutos do primeiro tempo, Guerra, aos 40 minutos do primeiro tempo, Borja, aos 46 segundos e aos 34 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Yerry Mina e Zé Roberto; Felipe Melo e Tchê Tchê; Willian (Fabiano), Guerra (Roger Guedes) e Dudu (Keno); Borja. Técnico: Cuca

VASCO: Martin Silva; Gilberto (Bruno Gallo), Rafael Marques, Jomar e Henrique; Jean (Paulo Vitor), Douglas, Yago Pikachu, Nenê e Mateus Vital; Luis Fabiano (Kelvin). Técnico: Milton Mendes