Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução)

Com dois de Fred e apagão, Galo vira sobre o Cruzeiro e passa rival na tabela

Independência ficou às escuras nos minutos finais de jogo, que teve uma primeira etapa de tirar o fôlego. Atlético-MG supera domínio azul no início e vira com grande atuação de Cazares

02/07/2017

RESUMÃO

No quinto encontro entre Atlético-MG e Cruzeiro nesta temporada, os dois principais rivais mineiros fizeram mais um grande clássico. Após 90 minutos de muita emoção, entradas ríspidas e belas jogadas, melhor para o Galo, que virou sobre o Cruzeiro e venceu o jogo por 3 a 1, no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Thiago Neves colocou o time azul em vantagem, logo aos cinco minutos no primeiro tempo, aproveitando início ruim do Galo. No entanto, ainda na primeira etapa, Cazares, em bela cobrança de falta, e Fred, viraram o jogo. Após o intervalo, os autores dos gols do trabalharam juntos, com o equatoriano mandando uma bola na medida para o camisa 9 fechar o placar.

PRIMEIRO TEMPO

A tarde começou da pior maneira possível para os atleticanos. Maioria no Horto, viram Leonardo Silva sentir uma lesão muscular logo aos três minutos e dar lugar a Bremer. Para piorar, dois minutos depois, Alisson cruzou e Thiago Neves guardou o primeiro do jogo. O próprio meia quase ampliou aos oito, em cobrança de falta defendida por Victor.

Completamente superior em campo, o Cruzeiro diminuiu o ritmo, proporcionando ao Atlético-MG a chance de crescer na partida. A última chance da equipe azul na etapa foi em cruzamento rasteiro, que Gabriel quase marcou contra. A partir daí só deu Galo, que encurralou o Cruzeiro. Aos 29, Cazares chutou para o gol, e a bola pegou no braço de Diogo Barbosa, mas Anderson Daronco nada marcou. A pilha com a arbitragem resultou em vontade dos jogadores e virada ainda no primeiro tempo. Aos 47, Cazares cobrou falta com perfeição e deixou tudo igual. Dois minutos depois, Alex Silva foi até a linha de fundo e cruzou para Fred só empurrar para às redes e colocar o time alvinegro na frente.

SEGUNDO TEMPO

O ritmo eletrizante do primeiro tempo deu lugar a um jogo mais cadenciado na segunda etapa. Com a vantagem, o Atlético-MG administrou a vantagem e se fechou, com Roger Bernardo, Yago e Elias. Com campo, o Cruzeiro não conseguiu manter o ritmo do início do primeiro tempo e se mostrou sem reação. Para alterar o time, Mano Menezes colocou Ábila e Elber, mas de nada adiantou.

De olho nos contragolpes, o Galo encontou a chance que queria aos 33 minutos. Pela direita, Cazares passou por Léo e achou Fred sozinho na segunda trave. O camisa 9 só teve o trabalho de deslocar Fábio e partir para o abraço, matando o jogo. Antes do fim, para completar o clássico quente no Horto, a luz do estádio acabou, paralizando a partida por cerca de dez minutos. Foi início da festa atleticana.

APAGÃO

Aos 39 minutos do segundo tempo, as luzes do Independência se apagaram, e o jogo foi paralisado. O motivo? Um curto-circuito na área destinada à imprensa. O problema foi resolvido, e a partida retomada 14 minutos depois. A torcida aproveitou o período para fazer a festa nas arquibancadas.

LEI DO EX SEGUE EM ALTA

Autor de dois gols, Fred foi um dos destaques no clássico deste domingo. Já são três tentos diante do Cruzeiro, ex-clube do atacante. Nesta temporada, ele já balançou as redes 22 vezes.

MAESTRO CAZARES

Juanito vive ótima fase pelo Atlético-MG. No clássico de hoje, ele empatou e deu belo passe para Fred fazer o terceiro e decretar a vitória do Galo. Até aqui, são 8 gols e 14 assistências na temporada.

E A TABELA? COMO FICA?

Com os três pontos, o Atlético-MG superou o rival na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, chegando aos 16 pontos e no sétimo lugar. O Cruzeiro caiu para 13º, com 14.

BOA FASE, MAS NÃO SUFICIENTE PARA A VITÓRIA

Thiago Neves também vive boa fase pelo Cruzeiro. Foi dele o gol que abriu o placar no Independência. É o segundo diante do Atlético e o 10º na temporada. Porém, o tento não foi suficiente para evitar a derrota da Raposa, por 3 a 1.

AGENDA

Atlético-MG e Cruzeiro voltam a campo no próximo domingo e jogam às 16h (de Brasília). Em Belo Horizonte, a Raposa recebe o Palmeiras, no Mineirão, enquanto o Galo vai até o Engenhão para encarar o Botafogo. Coincidentemente, são os mesmos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil.