Carregando...

Publicidade

Centroavante Otacílio Marcos ficou diante do goleiro Bruno Colaço, driblou o arqueiro coral, mas não conseguiu marcar o gol nesse lance. (Foto: Honório Barbosa)

No Morenão: Ferrão empata em jogo equilibrado.

05/03/2018

Em jogo bastante disputado e equilibrado, o Ferroviário empatou com o Iguatu em 2x2, ontem à tarde no Estádio Elmo Moreno, o Morenão, em Iguatu, pela segunda fase do Campeonato Cearense. Os corais perdiam o jogo até os 36 minutos do segundo tempo, quando o centroavante Rodrigo Rodrigues empatou, em cobrança de pênalti.

Pelas condições do gramado e a importância do jogo - o Iguatu vinha de derrota frente ao Fortaleza - os 10 primeiros minutos foram de muita marcação, um perde-ganha quase interminável pela posse de bola. Não faltaram chutões para o alto, de ambos os lados.

O time comandado por Roberto Carlos imprimiu, aos poucos, um ritmo acelerado nos contra-ataques para surpreender o Ferrão. E a todo instante, o meia Otacílio Neto e o volante Elanardo, que têm um chute forte, batiam no gol, testando o goleiro Bruno Colaço. Quando não havia muita visão da trave, pela marcação dos corais, eles alçavam bola na área coral, forçando os zagueiros Túlio e Erandir a ficarem atentos nas rebatidas.

Goleiro

A partir dos 20 minutos, o goleiro Bruno Colaço passou a ser muito exigido e utilizou um estilo um pouco diferente, rebatendo as bolas de manchete, como se fosse no vôlei, tendo em vista que se tentasse agarrar, poderia largar a bola nos pés dos atacantes do Azulão.

A estratégia do Iguatu de lançar bolas na área acabou funcionando aos 46 minutos do primeiro tempo. Bruno Golaço rebateu uma cobrança de falta da entrada de área, na sobra, o volante Dedê lançou na área, pela esquerda, Andrezinho escorou de cabeça para o centro, Bruno Colaço rebateu de novo e na sobra de bola, na pequena área, o zagueiro Albano chutou e marcou 1x0. Entre lágrimas, o atleta disse que homenageou seu pai, falecido esta semana.

Como não havia mais tempo na primeira etapa, o técnico coral, Ademir Fonseca deixou para buscar a reação no segundo tempo. Ele sacou Janeudo e Luís Soares e colocou em campo o volante Jean e o atacante Andrei.

O primeiro gol do Ferrão veio aos 4 minutos. Liniker cobrou falta e a bola desviou na barreira antes de entrar: 1x1. Mas, aos 19, em outra bola levantada na área do Ferrão, Otacílio Marcos cabeceou e colocou novamente o Azulão na frente do marcador.

Acontece que Ademir Fonseca havia retirado Valdeci para a entrada de Jean Melo e este passou a incomodar ao Azulão, atuando pela extrema esquerda. Aos 36 minutos, Elanardo derrubou na área, exatamente Jean Melo: pênalti, que Rodrigo Rodrigues converteu aos 36 minutos e deixou o placar igual: 2x2.



Total de acessos: 235069

Visitantes online: 5