Carregando...

Publicidade

Em entrevista, Daniel Alves disse que uma vitória contra o Real seria um recado aos próximos adversários que o PSG é forte e estará motivado. (Foto: AFP)

PSG busca redenção contra o Real Madrid.

06/03/2018

Apesar da ausência de Neymar, o Paris Saint-Germain aspira a buscar sua própria volta por cima contra o Real Madrid, que venceu por 3 a 1 na ida, hoje, às 16h45min, pelas oitavas de final da Champions.

Após ser o protagonista negativo da espetacular 'remontada' do Barcelona no ano passado, quando desperdiçou a vantagem de 4 a 0 do jogo de ida sendo derrotado por 6 a 1 no Camp Nou e eliminado das oitavas da Champions, o PSG aspira agora percorrer o caminha inverso diante de outro gigante espanhol.

O Real Madrid, atual bicampeão europeu e vencedor de três das últimas quatro edições da Champions, defende no Parque dos Príncipes a vantagem de 3 a 1 construída em casa.

A missão será ainda mais difícil porque o PSG entrará em campo sem sua maior estrela, o atacante Neymar, operado do pé direito no sábado. Se a lógica prevalecer, o brasileiro será substituído por Angel Di Maria, que atravessa grande momento.

Quando perguntado se sua ausência afetará o PSG, Daniel Alves afirmou: "Temos duas opções sempre: sentar e chorar ou se levantar. Obviamente, com Neymar o PSG é muito mais forte e é impossível deixar de sentir sua ausência. Mas, ou senta e chora ou levanta e luta. Eu sempre escolho a segunda opção".



Total de acessos: 235131

Visitantes online: 3