Carregando...

Publicidade

O açude Castanhão, maior do Estado do Ceará, registra 3,73% de volume e 66.928.742 m³ de aporte de água. (Foto: Thiago Gadelha)

Acúmulo: Castanhão tem maior aporte de água do Ceará.

Na mesma semana da maior chuva de Fortaleza em 2018, o açude Castanhão teve aporte significativo.

12/03/2018

Na última semana, entre os dias 4 e 11 deste mês, o maior aporte de água nos açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) foi registrado no Castanhão, em Alto Santo, segundo dados divulgados pelo Portal Hidrológico do Ceará. Foram contabilizados 66.928.742 m³ do total de 110.563.282 m³ registrados no Estado, devido ao acúmulo de água na Bacia do Salgado e às chuvas que caíram na região entre fevereiro e março.

Orós, o segundo maior reservatório, teve o segundo maior aporte, com 9.823.682 m³, seguido pelo Itaúna, com 3.296.187 m³. O terceiro maior açude, Banabuiú, não teve aporte registrado e continua seco, com apenas 0,44% de volume. Orós conta com 6,29%, e o maior do Estado, Castanhão, tem 3,73%.

O volume percentual acumulado nos 155 açudes monitorados totaliza 8,33%. Destes, 113 ainda têm volume inferior a 30%. O grupo com volumes reduzidos inclui 17 açudes secos e 46 em volume morto. Somente 10 açudes contam com mais de 90% de água e, destes, seis estão sangrando: Caldeirões, Itaúna, Tucunduba, Germinal, Tijuquinha e Barragem do Batalhão.

Chuvas

A maior chuva do ano em Fortaleza foi registrada no intervalo entre as 7h da última sexta-feira (9) e as 7h do sábado (10). Foram contabilizados 115 milímetros no posto de observação no bairro Pici, e 79 no posto do Castelão, de acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O município de Uruoca, no Noroeste do Estado, teve o terceiro maior volume, com 54 mm.

No dia 10, 29 municípios do Ceará registraram precipitações, e dos dez maiores volumes, quatro ocorreram na Capital.

No domingo (11), o maior volume de precipitação foi registrado no município de Maracanaú, com 76.8 milímetros, e o segundo e o terceiro maiores em Fortaleza, com 56.8 milímetros, no Castelão e 51.8 em Messejana. A chuva passou por um total de 31 municípios cearenses.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Previsão

Segundo a Funceme, a previsão do tempo para esta segunda-feira (12) é de nebulosidade variável com eventos de chuva na faixa litorânea e Noroeste ao longo do dia. Nas demais regiões, nebulosidade variável. Já para a terça-feira (13), é esperada nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-norte do Estado. Nas demais áreas, há possibilidade de chuva.

A análise de imagens de satélite feita pela Funceme demonstra a proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), uma banda de nuvens que circunda a faixa equatorial da Terra, formada pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul.

Também foi notada a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) posicionado sobre o Oceano Atlântico, que funciona como uma massa de ar seco para as áreas que estão mais próximas ao seu centro, e forma nuvens em suas bordas.

(Colaborou Barbara Câmara)



Total de acessos: 145421

Visitantes online: 26