Carregando...

Publicidade

Gustavo foi novamente o grande nome do jogo, marcando 2 vezes. (Foto: Thiago Gadelha)

No Castelão: Vantagem vai para o Tricolor.

Leão vence o Verdão no Castelão e consegue diferença importante para chegar à final do Campeonato Cearense.

26/03/2018

Com desvantagem com relação a dois resultados iguais, o Fortaleza não mediu esforços para garantir, ontem, no Castelão, uma vantagem para si na segunda partida da semifinal do Cearense, contra o Floresta. Com uma verdadeira blitz, marcou o gol mais rápido do Campeonato Cearense 2018, com apenas 20 segundos de bola rolando. Era um prenúncio do que viria. Mas não houve facilidade para o Leão construir o 3 a 1, que lhe permite perder por até um gol de diferença no próximo domingo (1), no Estádio Domingão, na cidade de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza.

Para partir para cima do Floresta, ontem, no Castelão, o técnico Rogério Ceni modificou, mais uma vez, a formação da sua equipe. Descartou o 3-5-2 dos últimos jogos, deixando o zagueiro Diego Jussani entre os suplentes. Mais ofensivo, partiu para o ataque logo nos primeiros segundos para não dar nenhuma possibilidade do adversário se montar em cima da vantagem concedida pelo regulamento da competição.

A pressão resultou em um gol logo no primeiro ataque: Bruno Melo recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Gustavo marcar o 14º dele no Campeonato Cearense, artilheiro absoluto. O goleirão do Floresta, Mauro, também deu um auxílio e tanto aceitando cabeceio que o atleta tricolor mandou no meio do gol.



Susto

O gol relâmpago assustou a equipe do técnico Oliveira Canindé, que demorou bastante para se achar em campo. Aos poucos, alguns minutos depois, o time da Vila Manoel Sátiro foi recuperando o futebol organizado que o levou à semifinal do Certame.

Mas em uma jogada confusa na área, Edinho tocou para a entrada da área, e Edgar marcou contra, levando tranquilidade ao time do Pici até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, Oliveira Canindé modificou o Verdão, colocando Paulo Victor no lugar de Cláudio Caça-Rato. Bruno Ocara entrou na vaga de Veraldo. As substituições surtiram efeito. Como vem ocorrendo nas últimas partidas, o Leão baixou o ímpeto da primeira etapa e viu o adversário crescer de produção, mas sem ameaçar de forma mais efetiva o gol de Marcelo Boeck.

Quando a partida se encaminhava para o fim, com a vantagem de 2 a 0 do Tricolor praticamente sacramentada, um vacilo trouxe ares de emoção para a partida. Bruno Ocara aproveitou cruzamento na área e mandou para as redes. Naquele momento, um gol importante, pois deixava o time da Vila Manoel Sátiro a uma vitória simples e de passar para inédita final.

Outra blitz

Sabedor do resultado insatisfatório, o técnico Rogério Ceni empurrou o seu time para o gol adversário. Um 2 a 1 tornava as coisas muito perigosas para o Tricolor na rodada seguinte. Assim como no início da partida, uma verdadeira blitz se formou sufocando o Floresta no seu campo de defesa.

Tamanha pressão novamente surtiu efeito. Alípio, que entrara no lugar de Léo Natel, cruzou na medida para novamente ele, Gustavo, marcar o seu 15º gol no campeonato estadual. Um duro golpe para o Floresta, que agora tem de fazer dois gols de diferença na segunda partida para conquistar o sonho da vaga na final do Cearense 2018.



Total de acessos: 193902

Visitantes online: 7