Carregando...

Publicidade

Somente no ano de 2018, um total de 28 PMs fluminenses perderam suas vidas em serviço. (Foto: Folhapress)

Em Novo Dia de Violência: Rio tem ato contra mortes de policiais.

Sob intervenção federal, Estado teve ontem mais uma chacina registrada. Cinco jovens foram mortos em Maricá.

26/03/2018

Rio de Janeiro. A praia de Copacabana foi palco na manhã de ontem, de manifestação em homenagem aos policias militares que perdem a vida em combate. Somente este ano, no Rio, já são 28 homens mortos em serviço, e que deixaram para trás mães, mulheres e filhos. Os mais homenageados foram o soldado Filipe Santos de Mesquita, de 28 anos, morto na semana passada na Rocinha, favela da zona sul da cidade, onde trabalhava em uma Unidade de Polícia Pacificadora, e um morador da Rocinha conhecido como Marechal, que segundo moradores, teria tentado ajudar Mesquita.

A mãe do soldado, Regina Mesquita, foi uma das mães mais aplaudidas pelas cerca de mil pessoas presentes ao evento, entre manifestantes e pessoas que passavam em direção à praia e paravam para escutar. Regina lembrou que Felipe trancou a faculdade de Engenharia para virar policial e dizia sempre para ela não chorar se ele não voltasse do trabalho. "Ele dizia que se acontecesse alguma coisa ele ia feliz, porque fazia o que queria", disse aos prantos, emocionando a plateia formada principalmente de familiares de policiais.

Para Erica Santos, de 24 anos, esposa de policial, o que falta na polícia é estrutura para trabalhar, visto que os bandidos estão mais bem armados. "Tem que ter mudança no Estado, eles estão sendo mortos, ninguém sabe mais se volta", afirmou.

Um pouco antes da marcha seguir caminho pela orla da praia, o deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL), chegou acompanhado de dois dos seus três filhos - todos políticos -, e foi recebido aos gritos de "Mito! Mito" pelos manifestantes e discursou por cerca de 10 minutos.

Assassinatos

Sob intervenção federal, o Rio de Janeiro teve mais um dia de violência ontem. Uma chacina no município de Maricá deixou cinco adolescentes mortos. O ataque aconteceu durante a madrugada no bairro Itaipuaçu.



Total de acessos: 237545

Visitantes online: 9