Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Hora de gritar "é campeão".

Futebol brasileiro conhecerá, neste fim de semana, seus campeões dos principais Campeonatos Estaduais.

07/04/2018

O próximo domingo (8) será um dia de decisões pelos principais campeonatos estaduais do Brasil. Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e Paraná conhecerão seus campeões no fim de semana.

Pelo Paulistão, o Palmeiras venceu o rival Corinthians por 1 a 0, no Itaquerão, gol do colombiano Borja, artilheiro da competição com sete gols, na primeira partida da final. Na jornada, Felipe Melo e Clayson foram expulsos e desfalcam Verdão e Timão, respectivamente.

Agora, no Allianz Parque, às 16h, no domingo, o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença para conseguir o título estadual no tempo normal. Se triunfar por um gol de frente, a decisão será nos pênaltis. Já ao Palmeiras basta um empate para se sagrar campeão paulista, título que não fatura desde 2008.

No Rio de Janeiro, Vasco e Botafogo decidem o estadual no Maracanã, às 16h, quem fica com a taça. No primeiro embate, a equipe do técnico Zé Ricardo saiu vitoriosa por 3 a 2, em mais uma virada Cruz-Maltina praticamente no último lance da partida. Brenner e Renatinho marcaram para o time da Estrela Solitária, ao passo que Yago Pikachu (2x) e Andrés Ríos anotaram os gols vascaínos. Agora, o time do técnico Alberto Valentim precisa derrotar o rival por dois gols de diferença. Se vencer por um, leva a decisão para os pênaltis.

Em terras mineiras, o Atlético/MG abriu boa vantagem ao vencer o rival Cruzeiro por 3 a 1 no primeiro jogão da final. Em grande fase, a dupla Otero e Ricardo Oliveira não teve piedade da Raposa. O venezuelano apareceu com três assistências, e o experiente atacante deixou sua marca em duas oportunidades.

A grande decisão será no próximo domingo, às 16h, no Mineirão. O Galo pode até perder por um gol de diferença que fica com a taça. Já o time de Mano Menezes, por ter tido melhor campanha na fase classificatória, será campeão se vencer por dois gols de frente.

Mão na taça

O Grêmio está muito próximo de se sagrar campeão gaúcho, título que não conquista desde 2010. Após correr risco de ser rebaixado no Gauchão, o Tricolor Pampeano é o que tem a situação mais tranquila entre os finalistas. Na partida de ida, em sua Arena, o time de Renato Gaúcho goleou o Brasil de Pelotas por 4 a 0, gols do cearense Everton (2x), Ramiro, Alisson e praticamente assegurou o caneco.

Agora, no domingo (8), às 16h, atuando no Bento Freitas, a equipe Xavante precisa vencer por quatro gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou por cinco ou mais para ser campeão.

Vantagem do Coxa

Pelo Campeonato Paranaense, o Coritiba derrubou a invencibilidade do Atlético/PR logo na final e venceu por 1 a 0, gol de Julio Rusch, no Couto Pereira. Agora, o Coxa joga pelo empate no duelo do próximo domingo, na Arena da Baixada, às 16h.

Se vencer por um gol, o rubro-negro paranaense leva a decisão para os pênaltis. O Furacão precisa triunfar por dois gols de diferença para ser campeão no tempo normal. O artilheiro da competição é o cearense Ederson, natural de Pentecoste, com oito gols marcados.

Baiano

Pelo Campeonato Baiano, o Bahia se sagrou vencedor no primeiro compromisso da final diante do Vitória ao vencer o rival por 2 a 1, na Fonte Nova, gols assinalados por Edigar Junio e Vinícius para o tricolor, e Luan fez o único tento da equipe comandada pelo técnico Vagner Mancini. A equipe do técnico Guto Ferreira joga por um empate no Barradão, no próximo domingo, às 16h, para ser campeã. Devido a confusão que ocorreu no Ba-Vi da fase classificatória, novamente o clássico será realizado com torcida única, dessa vez apenas torcedores do Vitória.



Total de acessos: 178921

Visitantes online: 57