Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

No Estado: Melhoram os níveis dos açudes.

17/04/2018

Quixadá. Entre domingo e ontem choveu em 100 municípios cearenses, sendo as maiores precipitações em Granja (96mm), Fortaleza (90,8mm) e Paracuru (86.2mm). Para hoje a amanhã, a previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) é de nebulosidade variável, com eventos de chuva em todas as regiões.

Com as chuvas dos últimos dias, o terceiro maior açude do Ceará, o Arrojado Lisboa, em Banabuiú, captou um considerável volume de água. O reservatório saltou de 0,42% para 3,14%. "O suficiente para atender o abastecimento até o início de 2019", explicou o administrador local do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Ariston Queiroz.

Com a recarga, o açude, no Sertão Central, passa a ser um dos 22 a sair da lista abaixo de 1% até o fim de março, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Nessa lista estão Pirabibu, em Quixeramobim (6,61% ); Figueredo, em Alto Santo (4,71%); Trapiá II, em Pedra Branca (9,97%); Fogareiro, em Quixeramobim (2,6%); Flor do Campo, em Novo Oriente (3,5%); Riacho da Serra, em Alto Santo (8,32%); Patu, em Senador Pompeu (9,07%); Realejo, em Crateús (1,07%); Tigre, em Solonópole (5,07%); Parambu, neste Município (1,09 %) e Barra Velha, em Independência ( 6,68 %).

Entre os reservatórios que saltaram da cota de 1% para mais de 10% estão Santo Antônio de Russas, em Russas (de 0,94 para 13,95%); Santa Maria, em Ererê (de 0,46 para 18,7%); Carnaubal, em Crateús (de 0,06 para 18,29%); e Canafístula, em Iracema, (de 0,35% para 21,55%).

Nas duas primeiras semanas de abril, o número de açudes a atingirem cota máxima chegou a 16. Os últimos a sangrarem foram o São Vicente, em Santana do Acaraú; e o Gameleira, em Itapipoca. Os outros são: Acaraú Mirim, Angicos, Barragem do Batalhão, Caldeirões, Cocó, Colina, Diamantino II, Germinal, Itapajé, Itaúna, Maranguapinho, Quandú, Tijuquinha, Tucunduba e Várzea da Volta.

Ontem, a Cogerh registrou aporte em 94 açudes, com um aumento de 59.874.494 m³ no volume armazenado. Considerando a estimativa do volume evaporado e o liberado neste período, o aporte de 68.214.254 m³. Mesmo assim, dez açudes continuam secos: Carão, em Tamboril; Farias de Sousa, em Nova Russas; Faé, em Quixelô; Favelas e Forquilha II, em Tauá; Monte Belo, em Araripe; Quicoé, em Acopiara; Serafim Dias, em Mombaça; Vieirão, em Boa Viagem; e Desterro, em Caridade. O Sousa, em Canindé, está com 0,26%.



Total de acessos: 239952

Visitantes online: 2