Carregando...

Publicidade

Técnico Maurílio Silva reuniu e conversou com os jogadores do Ferroviário antes do início do treino dessa terça-feira, 17, na Vila Olímpica Elzir Cabral, na Barra do Ceará. (Foto: JL Rosa)

Copa do Brasil: dura missão coral.

Ferroviário enfrenta o Atlético-MG, na Arena Castelão, precisando de resultado histórico para passar de fase.

18/04/2018

Vencer de goleada e fazer história, mais uma vez, nesta edição da Copa do Brasil. É esta a missão do Ferroviário, que entra em campo hoje, às 21h45, contra o Atlético-MG, na Arena Castelão. Derrotado no jogo de ida por 4 a 0, o Tubarão da Barra precisa ao menos igualar o marcador para forçar a decisão por pênaltis.

E para isso, o Ferrão vem totalmente reformulado, com relação ao jogo realizado em Minas Gerais, a começar pela comissão técnica, que agora tem Maurílio Silva no comando. "Temos esse compromisso, vamos trabalhar do início ao fim e tentar fazer com que tudo aconteça de bom para o Ferroviário. Respeitamos o Atlético, sabemos da dificuldade, sei que muitas situações deles têm acontecido de ruim, mas temos que pensar apenas na gente. Independente da equipe que virá, temos que fazer a nossa parte", disse o treinador do Ferrão, se referindo à má fase do Galo Mineiro, que recentemente perdeu o título estadual para o Cruzeiro, e também foi derrotado pelo Vasco, na estreia da Série A.

Tido como um dos jogadores mais experientes do elenco coral, o zagueiro Erandir reforça que a primeira meta do Ferrão, no jogo desta quarta é sair cedo na frente do placar, como fez o próprio adversário quando jogou em casa. "Tudo pode acontecer. Se a gente imprimir nosso ritmo de jogo e buscar o primeiro gol será muito importante. Sabemos que é difícil, mas se a gente entrar em campo determinado, com certeza podemos conseguir nosso objetivo", destacou.

Outros jogadores como o experiente volante Leanderson e o meia Esquerdinha devem estrear com a camisa do Ferroviário no jogo de hoje.

Desfalcado

Com larga vantagem no placar, mas vindo de derrota no fim de semana, o Atlético-MG vem para este jogo contra o Ferroviário com alguns desfalques.

O meia Cazares, com uma lesão na coxa esquerda, o volante Adílson, com dores no tornozelo, e o zagueiro Leonardo Silva, que ainda se recupera de lesão na coxa direita, estão fora de ação. Outro que não joga é o lateral Fábio Santos, que sofreu uma forte pancada na cabeça no último jogo.

E uma das novidades no time do técnico Thiago Larghi deve ser justamente na lateral-esquerda, que pode ter o jovem Kevin, de 18 anos, como titular. Para o goleiro Vítor, o mais importante é que a equipe faça um bom jogo para conquistar de volta a confiança do seu torcedor. É momento de procurar crescer, voltar a ganhar confiança. "É importante que a gente faça um bom jogo para espantar qualquer tipo de desconfiança que possa vir em cima da nossa equipe, para a gente ter uma boa sequência de Brasileiro também".


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 144519

Visitantes online: 48