Carregando...

Publicidade

Meio-campist a Dodô foi uma contratação realizada para o Campeonato Brasileiro da Série B e o jogador tem deixado boa impressão nos primeiros jogos e mostrando um entrosamento aceitável com os companheiros. (Foto: JL Rosa)

Série B: tricolor com nova feição.

Entrada de novos atletas, no lugar de titulares recentes, tornam o Leão da Série B diferente do Estadual.

23/04/2018

Durante a maioria dos jogos do Campeonato Cearense, o torcedor do Fortaleza se habituou a ver jogadores como Marcelo Böeck, Anderson Uchôa, Ígor Henrique, Léo Natel, Alípio, Pablo, entre outros, como titulares quase absolutos da equipe.

Se o torcedor mais atento for observar o time que disputou a final do Campeonato Cearense contra o Ceará, no dia 8 de abril, para os dias atuais, vai ver que existem várias diferenças.

Mesmo tendo um elenco reduzido, o técnico Rogério Ceni teve que correr e buscar alternativas para várias situações envolvendo seus comandados em campo, de tal modo que o Fortaleza de hoje, na Série B, tem uma nova cara para o torcedor.

Pode-se até dizer que, atletas como os volantes Derley, Jean Patrick e o meia Dodô acabaram dando uma nova feição à meia cancha do Tricolor e tornaram o time mais competitivo. O setor desenvolveu um espírito de luta mais adequado à Série B, embora o campeonato esteja apenas no começo, pois foram disputadas duas rodadas, com duas vitórias do Tricolor, sobre Guarani/SP e Boa Esporte/MG.

Entrosamento

Para o meia Dodô, o entrosamento entre as novas peças que foram incluídas no time, está começando a acontecer, embora com apenas duas partidas realizadas "A gente vem se entrosando e consequentemente jogando bem e os resultados começaram a aparecer. A gente vem procurando treinar bem , conversar bastante para refletir no entrosamento, poder tocar a bola no meio campo com mais qualidade, aproveitando as oportunidades como aconteceu nos dois primeiros jogos. É só um começo, mas vencemos equipes importantes. É manter o espírito vencedor", disse o meia Dodô.

Decisão

Na opinião do volante Derley, cada jogo é decisivo: "Foi como nós colocamos na cabeça. Cada partida é uma decisão. Aconteceram mudanças na equipe, mas todos nós que estamos aqui já sabemos como o Rogério Ceni gosta de trabalhar e estamos executando. O grupo se reforçou. Teve jogador que chegou e está agregando bem e sabemos que a Série B é bem diferente do Campeonato Estadual", disse Derley.

Para o lateral Tinga, o Fortaleza tem que acumular pontos agora: "Muitos times ainda estão trazendo jogadores e também estão se conhecendo. Daí, termos de aproveitar esse momento". O próximo jogo do Fortaleza será contra o CRB/AL, amanhã às 21h30 na Arena Castelão.

Saiba mais

Estado dos ex-titulares

Já foram titulares, atuando normalmente, os seguintes jogadores: Marcelo Böeck, Pablo, Felipe, Alípio, Léo Natel, Anderson Uchôa e Igor Henrique.. O goleiro Marcelo Böeck havia sofrido uma lesão na coxa, mas está recuperado e treina há uma semana. O volante Anderson Uchôa havia se contundido, mas já está na transição. O restante perdeu espaço no time.

Lesionados

O zagueiro Roger Carvalho segue contundido, o mesmo acontecendo com o zagueiro Adalberto. Até o momento, o clube não decidiu ir em busca de um outro zagueiro para compor o grupo. Para o jogo contr ao CRB/AL, amanhã, o técnico Rogério Ceni deve mexer na equipe e hoje acontece treino fechado no Pici.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 214327

Visitantes online: 6