Carregando...

Publicidade

Técnico Rogério Ceni completa quatro meses de trabalho à frente do Fortaleza e vê uma sequência de jogos que vai exigir muito do seu time. (Foto: JL Rosa)

Fortaleza: sequência que inspira cuidado.

Técnico Rogério Ceni prevê três jogos em que sua equipe será mais exigida no decorrer do Brasileiro da Série B.

27/04/2018

Apesar de estar na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, o Fortaleza terá uma sequência de jogos pesada nos próximos compromissos que se aproximam. Logo no dia 1º de maio, às 16h30 no Estádio do Café, o Leão enfrentará o Londrina/PR.

Apesar de estar na 11ª posição, com três pontos ganhos, o Londrina sempre é considerada uma equipe forte, especialmente jogando em seus domínios. A equipe paranaense está sob o comando do técnico Marquinhos Santos, ex-Fortaleza.

No dia 12 de maio, às 19 horas na Arena Castelão, o Fortaleza recebe o Goiás, que ainda busca a primeira vitória. Dirigido pelo técnico Hélio dos Anjos, o time goiano tem um jogo a menos e Goiás tem sua tradição.

Continuando a luta para se manter na liderança, o Tricolor encara o Figueirense/SC, no dia 18 de maio, às 21h30 no Estádio Orlando Scarpelli. Dirigido pelo técnico Milton Cruz, o Figueira é exatamente o segundo colocado e sempre candidato ao acesso.

Ousado

Para Rogério Ceni as dificuldades começam logo no compromisso seguinte: "O próximo jogo é bastante complicado. O Londrina é muito bom e já venceu a primeira partida dentro de casa. É um time com bom toque de bola, trabalha bem na meia cancha. Eu assisti ao jogo deles contra o Paysandu e o Londrina a todo momento queria sair jogando. É um time ousado, bem qualificado e jogando na sua casa se torna um adversário forte. Aliás, a sequência é muito difícil, com o Londrina fora de casa, o Goiás no Castelão e Figueirense novamente fora. É uma sequência bem pesada, mas nós vamos trabalhar para superar", disse o técnico Rogério Ceni.

O treinador completou ontem, quatro meses de trabalho à frente do Fortaleza. Foram 21 jogos no total, entre Campeonato Cearense e Brasileiro da Série B. Ao todo, ele conseguiu 15 vitórias, apenas um empate e cinco derrotas, com mais de 70% de aproveitamento. Mas, o comandante do Leão sabe que os desafios estão apenas começando.

Rogério lamentou o fato de que, no final do mês de maio, o clube venha a perder o concurso do atacante Osvaldo, que está encaixado no esquema tático, porém, tem um pré-contrato para jogar na Tailândia. O clube faz um esforço para mantê-lo, mas a missão é das mais difíceis.



Total de acessos: 239408

Visitantes online: 1