Carregando...

Publicidade

Técnico Rogério Ceni não aprovou muito o intervalo entre a partida contra o Londrina e o confronto frente ao Goiás, na próxima rodada. (Foto: JL Rosa)

Contra o Goiás: Leão para por 10 dias para aprimorar time antes de jogo.

Clube viverá calmaria com 10 dias para aprimorar time, enquanto aguarda duelo com o Goiás no Castelão.

03/05/2018

Jogando em ritmo acelerado no Campeonato Brasileiro da Série B, na qual está na liderança, o Fortaleza terá uma parada obrigatória pela tabela durante 10 dias. O time dirigido pelo técnico Rogério Ceni somente voltará a intervir na competição, no próximo dia 12, um sábado, às 19 horas na Arena Castelão, contra o Goiás, pela quinta rodada.

Será o maior período de pausa de jogos do Leão na atual Série B. O time estreou contra o Guarani de Campinas no Castelão, dia 13 de abril; fez o segundo jogo contra o Boa Esporte, fora de casa, no dia 17 de abril; recebeu o CRB/AL, no Castelão, dia 24 e esticou um pouco o período de treinos até enfrentar o Londrina, o que aconteceu no dia 1º de maio, no Paraná.

A delegação que veio de Londrina desembarcou, ontem pela manhã, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, após as 11 horas e os atletas foram liberados na quarta-feira.

Não gostou

O técnico Rogério Ceni não foi muito de acordo com essa parada forçada da tabela, visto que, sua equipe vem embalada, com três vitórias e um empate.

"Eu acho uma parada muito longa. Se fosse de uma semana, tudo bem. Se a gente já fosse jogar na próxima terça, eu acho que seria melhor. Nós passamos uma madrugada e uma manhã dentro de um avião. Demos folga, para que os jogadores retornem nesta quinta e aí, vamos ver o que fazer na parte física. A parte tática será na próxima semana, quando teremos um jogo extremamente complicado difícil contra o Goiás", disse ele.

Já o zagueiro Ligger gostou desse intervalo, onde o clube pode até fazer uma inter-temporada: "É um tempo bom para a gente corrigir o que houve de errado até aqui e aprimorar o que deu certo. Estamos vindo de uma partida desgastante, onde fizemos um grande jogo e mereceríamos a vitória", disse Ligger.

Recuperação

Esse período também servirá para recuperar outros atletas do elenco, tais como os zagueiros Adalberto e Roger Carvalho e o volante Anderson Uchôa. Esses atletas estão treinando com bola, entretanto, precisarão recuperar o ritmo de jogo. O lateral-direito Tinga ainda vai levar mais tempo para se reabilitar.

O presidente Marcelo Paz, também não gostou o espaçamento entre os jogos: "Acho que foi uma folga muito grande, sobretudo quando se terá jogos consecutivos com viagens e um período mais curto. A tabela precisa ser mais constante. Não é legal ter uma folga muito grande e depois jogos sucessivos", disse.

Eis os preços dos ingressos contra o Goiás: inferior Sul/Norte R$ 30 e R$ 15; Inferior central R$ 50/25. Especial R$ 60/30 e Premium R$ 130/65.



Total de acessos: 144288

Visitantes online: 36