Carregando...

Publicidade

Obra para a entrada das máquinas tuneladoras deverá pagar uma parcela de R$ 6,5 milhões, valor menor em relação ao certame anterior. (Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Linha Leste: Estado recebe propostas para editais do Metrofor.

Dez empresas concorrem à conclusão do shaft. Apenas um consórcio competirá pelas principais obras.

11/05/2018

O Governo do Ceará, pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), confirmou o recebimento de propostas para dois editais de obras para continuidade da operação da Linha Leste do Metrô de Fortaleza (Metrofor). Para o certame da construção da área de entrada para as máquinas tuneladoras, chamada de shaft, a PGE anunciou que houve dez interessados, entre empresas e consórcios. Já para a implantação de alguns sistemas de funcionamento do metrô, apenas um candidato entregou os documentos no prazo previsto, que se encerrava na última quinta-feira (10).

A informação foi confirmada após a publicação, no site oficial da PGE, das atas do recebimento das propostas das empresas interessadas. Os editais, do shaft e dos sistemas de operação, somados, têm o valor de aproximadamente R$ 1,71 bilhão. No entanto, as obras para entrada das máquinas tuneladoras deverão pagar uma parcela consideravelmente menor em relação ao outro certame, de R$ 6,5 milhões.

De acordo com a Procuradoria Geral, na lista de empresas interessadas para a "conclusão do shaft da Linha Leste do Metrofor" estão CG Construções, Construtora Cetro, Construtora Morais Vasconcelos, Construtora Platô, Edcon Comércio e Construções, Engexata Engenharia, Forteks Engenharia e Serviços Especiais, JBM Construções, Lomacon Locação e Construção e Lumali Engenharia.

Já para a "implantação das obras civis e sistemas de alimentação de energia elétrica catenária, telecomunicações, sinalização, controle, bilhetagem, ventilação e equipamentos de oficina da Linha Leste" na primeira fase apenas uma proposta foi enviada. Na ata publicada pela PGE, ontem à tarde, consta o nome do Consórcio FTS (Linha Leste), formado pelas empresas Construtora Ferreira Guedes S/A e Sacyr Construcción S/A (multinacional com atuação em cerca de 30 países).

Análise

A próxima etapa do processo dos editais é a análise da documentação entregue pelas empresas, para a verificação, por parte da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), da elegibilidade dos candidatos. De acordo com Lúcio Gomes, responsável pela pasta, a análise deverá ser concluída até o começo da próxima semana, quando, então, será marcada uma data para abertura dos envelopes com as propostas de cada empresa.

"Até a sexta-feira (11) ou segunda (14) devemos terminar a análise de documentos. Quando finalizarmos essa etapa é que vamos marcar uma data para abrir os envelopes de preço de cada candidato qualificado", comentou Lúcio Gomes.

Concorrência

O secretário de infraestrutura do Estado ainda comentou que não há preocupação do Governo envolvendo o fato de haver apenas um concorrente para o edital de implantação de sistemas do Metrofor, principal certame e que deverá R$ 1,7 bilhão.

"Não estamos preocupados. Vamos esperar a análise de documentos e da proposta, até porque temos um teto", disse.



Total de acessos: 144842

Visitantes online: 31