Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

seleção brasileira: Orgulho do Nordeste.

Único representante da Região no time de Tite, Firmino fala ao Diário do Nordeste sobre a sua superação na carreira.

21/05/2018

A missão dos 23 atletas convocados por Tite, na Copa do Mundo, é clara: superar o trauma do último mundial, quando passou pelo vexame histórico dos 7 a 1 (contra a Alemanha), e trazer o hexa para o Brasil. Para um jogador, em especial, o significado é ainda maior: conquistar o título sendo o único representante do Nordeste entre os jogadores da Seleção Brasileira.

Caberá ao alagoano Roberto Firmino carregar a responsabilidade nas costas e provar, junto aos seus companheiros, que o objetivo pode ser alcançado. Aos 26 anos, Firmino é um dos principais destaques do Liverpool, da Inglaterra, onde já balançou as redes em 50 oportunidades. O atleta conversou, com exclusividade, com a reportagem do Diário do Nordeste, em que explicou o sentimento de estar na lista dos convocados para a Rússia. "É a realização de um sonho de criança. Desde pequeno, sempre quis ser jogador de futebol e, a partir disso, pensar em vestir a camisa da seleção em uma Copa do Mundo era um dos meus objetivos", disse.

Orgulhoso em representar o Nordeste, Firmino prefere manter os pés no chão e dividir a responsabilidade com os demais companheiros. "É uma honra poder representar o meu Estado num evento desse porte. Sou de Alagoas, amo minhas raízes, e poder levar um pouco do sangue nordestino para a seleção é muito especial. Mas, independentemente de onde cada um nasceu, o importante é que o grupo está recheado de jogadores de alto nível, dispostos a conquistar mais um título para o Brasil. O povo brasileiro merece isso".

Em 19 jogos com a camisa da Seleção Brasileira, Firmino marcou cinco gols. Só que o caminho até a convocação final para a Copa não foi tão simples. O atacante precisou se firmar no futebol europeu para ganhar a tão sonhada chance de vestir a camisa da seleção. O sucesso no Liverpool sacramentou, de vez, seu passaporte para o mundial. "Fico feliz por ter essa oportunidade de representar meu País em um momento muito especial da minha carreira. Venho desenvolvendo um bom trabalho no Liverpool e espero poder manter essa sequência positiva na Rússia".


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Exemplo

O caso de Firmino pode ser comparado ao de um cearense, o do ex-jogador Francisco Ernandi Lima da Silva, ou simplesmente Mirandinha. Revelado pelo Ferroviário, ele ficou marcado por ser o primeiro brasileiro a defender um clube do futebol inglês, o Newcastle, e acumulou passagens pela seleção brasileira. Em contato com a reportagem, Mirandinha falou sobre as dificuldades que passou até chegar ao time inglês, e a responsabilidade que terá o atual atacante do Liverpool na Copa da Rússia. "Sempre é difícil para qualquer jogador sair do Nordeste para jogar em outro centro, ainda mais no exterior. Eu mesmo sofri muito com adaptação e convivência. Acredito que não mudou muito, apesar de que nos dias de hoje a comunicação é bem mais acessível. Chegar onde o Firmino chegou é um feito para poucos", disse o ex-atacante.

Cria do CRB de Alagoas, Firmino despontou na carreira em 2010, no Figueirense. Logo depois, se transferiu para o Hoffenheim onde se destacou na Europa e foi para o Liverpool.

Mirandinha: "grande atacante"

Na última semana, Roberto Firmino viveu a maior emoção da cerreira ao saber que estava na lista dos convocados para a Copa do Mundo. O fato de estar em grande fase e ser um dos principais jogadores de um grande clube da Europa podem ajudar o alagoano a chegar ainda mais longe, de acordo com Mirandinha. "O Firmino é um grande atacante, goleador, e tem que aproveitar esse respaldo de jogar no Liverpool. O futebol inglês tem muito prestígio, e isso joga a seu favor. Hoje ele é reconhecido no mundo inteiro. Pode até não ser titular na seleção, mas é um reserva de luxo à disposição do Tite", ressaltou.

Jogar em função do grupo é outra característica de Firmino no futebol inglês. Não é à toa que ele já fez 139 jogos pelo Liverpool, desde quando chegou, em 2015. O fato é considerado essencial para justificar a convocação para a Copa, de acordo com Mirandinha. "A convocação do Firmino é merecida, pois ele se encaixa bem no perfil da seleção. Hoje não se tem mais a figura do centroavante isolado, pois todos têm que marcar. O futebol de hoje exige muita coletividade. Além de ser um goleador, ele faz bem essa função e pode ser de grande utilidade na Copa", acrescentou Mirandinha.

O alagoano jogará a final da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid, no próximo sábado, dia 26, na Ucrânia. Logo depois, se apresentará.



Total de acessos: 144834

Visitantes online: 28