Carregando...

Publicidade

Treinador ex-Vasco chega para dar nova cara ao Vovô, que está no Z-4. (Foto: Divulgação/Bahia)

Derrota no Barradão: Jorginho no Vozão.

Ceará perde para o Vitória, despede treinador Marcelo Chamusca e já tem novo comandante.

21/05/2018

O Ceará tem aprendido da pior forma possível que erros bobos em uma Série A de Campeonato Brasileiro custam caro, como pontos preciosos, e consequentemente, vitórias. Ontem pela manhã, pela 6ª rodada, o Vovô mais uma vez falhou em lances capitais e foi derrotado pelo Vitória por 2 a 1 no Barradão, em Salvador (BA), chegando ao sexto jogo sem vencer na competição.

Com o resultado, já durante a noite de ontem, o clube anunciou a saída de Marcelo Chamusca. Horas depois, segundo apurou o Diário do Nordeste, o clube fechou com novo comandante. Jorginho chega para dar nova cara ao Vovô e resgatar a auto-estima da torcida.

Jorginho, que já tem passagens por Vasco e Bahia, além de ter sido auxiliar de Dunga na Seleção Brasileira, vai pegar o Alvinegro no Z-4, em 19º lugar com apenas 3 pontos de 18 disputados, com pífios 16,7% de aproveitamento.

A estreia do técnico já pode ocorrer na quarta-feira, 19 horas, pela Copa do Nordeste, diante do CRB no Castelão, pelo jogo de volta das quartas de finais. Por ter empatado em 3 a 3 na ida, o Vovô joga por empates em até 2 a 2. Pela Série A, o clube busca uma reação no domingo, 27, contra o Grêmio, no Castelão, às 19 horas.

O jogo

A derrota que valeu a saída de Marcelo Chamusca começou com as entradas de Rafael Pereira, Samuel Xavier, Romário e Éder Luis, mas sem Pio, um dos melhores da partida anterior.

Mesmo com a nova configuração, o time mostrou-se pouco efetivo diante de um adversário também com suas limitações. E mais um erro tolo permitiu um gol ao rival: aos 20 minutos, Neilton deu passe na medida para Wallyson só tirar do goleiro Éverson e abrir o placar: 1 a 0.

O Vovô tentou responder ainda na primeira etapa, mas o goleiro Elias, que estreava após falhas seguidas de Caíque, salvou em bom chute de Élton.

Para a etapa final, Chamusca lançou Felipe Azevedo no lugar de Eder LuÍs e Hyuri posto de Richardson, desgastado fisicamente. A postura foi diferente, com a equipe pressionando o Vitória. A equipe baiana, ainda com um time inconsistente, recuou para segurar o resultado. Assim, o Ceará passou a dominar a partida, criando boas chances, com Hyuri e Wescley.

De tanto insistir, o Alvinegro empatou a partida, aos 30 minutos, em belo chute de fora da área de Wescley: 1 a 1. O gol do empate deu mais confiança ao Ceará, que foi ao ataque em busca da virada, de sua primeira vitória na Série A.

Porém, outro erro infantil frustrou os planos do Vovô: aos 40 minutos, o Vitória encaixou o contra-ataque, e Lucas Fernandes foi derrubado dentro da área pelo goleiro Éverson após saída precipitada. Neilton cobrou o pênalti e fez 2 a 1 para os baianos. O Ceará seguiu no ataque e teve chance de empatar, mas Élton, de frente para o gol, perdeu.

Ficha técnica

Vitória 2 x 1 Ceará

Vitória

Técnico: Vagner Mancini

Elias, Lucas, Guilherme, Kanu ,Walisson Maia, Jeferson, Willian Farias, Zé Welison , Rhayner, Rodrigo Andrade, Neiltonm, André Lima, Lucas Fernandes e Wallyson.

Ceará

Éverson, Samuel Xavier, Pio, Rafael Pereira , Luiz Otávio, Romário ,Juninho ,Richardson, Hyuri, Ricardinho, Wescley, Eder Luis, Felipe Azevedo e Elton.

Técnico: Marcelo Chamusca

Competição: Campeonato Brasileiro - Série A;
Local: Barradão, em Salvador (BA);
Data: 20/5/2018;
Horário: 11h;
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique/RJ;
Renda: R$ 101.934,00;
Público: 8.371 pagantes

Nome do jogo: Walysson

Em um jogo sem grandes destaques individuais, ele fez um e incomodou bastante pelo lado direito da defesa alvinegra


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 145888

Visitantes online: 24