Carregando...

Publicidade

Em um posto BR da Av. Desembargador Moreira, valor cobrado pelo litro da gasolina passou a ser de R$ 4,89 na manhã desta quarta-feira (23). (Foto: José Leomar)

Combustíveis: Mesmo após Petrobras anunciar redução, gasolina volta a subir na Capital e atinge R$ 4,89.

Postos de Fortaleza promovem novo aumento nas bombas na manhã desta quarta-feira (23) e surpreendem motoristas.

23/05/2018

Mesmo depois de a Petrobras anunciar ontem uma redução nos preços cobrados pelos combustíveis nas distribudoras, os postos de Fortaleza voltaram a aumentar os valores praticados nas bombas na manhã desta quarta-feira (23). O litro da gasolina, por exemplo, que custava em média R$ 4,59 até a noite desta terça-feira (22), subiu R$0,30 e já é encontrado por R$ 4,89 em diversos estabelecimentos da Capital.

Segundo apurou a reportagem, pelos menos três postos já estão praticando os novos valores nesta quarta-feira, sendo dois deles da bandeira BR, um na Avenida Desembargador Moreira e outro na Av. Senador Carlos Jereissati, e um da Shell, na Av. Bernardo Manuel. Através da ferramenta VC Repórter, vários leitores do Diário do Nordeste também relataram que os preços também subiram em seus bairros.

A alta pegou muitos motoristas de surpresa nesta manhã, ainda mais porque o novo reajuste acontece poucos dias após caminhoneiros de todo o País protestarem contra os sucessivos aumentos nos preços da gasolina e do diesel, forçando o governo federal a entrar em acordo com a Câmara dos Deputados e o Senado para eliminar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) incidente sobre o diesel.

O diesel, inclusive, também subiu na manhã desta quarta-feira, tendo em vista que já era encontrado por R$ 4,19 na maioria dos postos da Capital. No último levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP), feito na terça-feira passada (15), a média de preço do combustível em Fortaleza era de R$ 3,79.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Queda nas refinarias

Com a política de preços para os combustíveis adotada pela Petrobras desde o ano passado, que altera quase diariamente o valor médio nas refinarias, os preços da gasolina e do diesel caíram nesta quarta-feira, a primeira redução após cinco dias de altas consecutivas.

Com o reajuste, o preço médio do litro da gasolina sem tributo nas refinarias passa a ser de R$ 2,0433, com queda de 2,08% em relação à antiga média de R$ 2,0867. No mês de maio, o combustível acumula uma alta de 13,6%. O valor médio nacional do litro do diesel caiu para R$ 2,3351, 1,54% menor do que a medida anterior, de R$ 2,3716. No mês, o produto acumula um aumento de 10,6%.

O presidente da Petrobras reforçou que a redução de preços desta terça foi consequência do recuo no câmbio, ocorrido após a intervenção do Banco Central no mercado.



Total de acessos: 218116

Visitantes online: 7