Carregando...

Publicidade

Treinador Rogério Ceni terá 10 dias para treinar o time. Preocupação é para a equipe não perder o ritmo. (Foto: Thiago Gadelha)

Fortaleza: Pausa e depois jogos em série.

Fortaleza terá uma intertemporada de 11 dias e em seguida engatará três jogos com pouco repouso entre si.

24/05/2018

Os mais de 18 mil torcedores que presenciaram a vitória sobre o Criciúma/SC (2 a 0), na última terça-feira na Arena Castelão, somente verão o Fortaleza jogar na Série B no dia dois de junho, contra o Sampaio Corrêa/MA.

Será uma intertemporada de 11 dias, na qual o técnico Rogério Ceni poderá aprimorar jogadas, recuperar atletas lesionados e encaixar jogadores que chegaram recentemente.

O que chamou a atenção da comissão técnica do Leão é que, após esses 11 dias de intervalo da equipe no Campeonato Brasileiro da Série B, o time entrará numa sequência de três jogos, com menos tempo de recuperação física entre cada um deles.

O Tricolor se prepara agora para enfrentar o Sampaio Corrêa no dia 2 de junho e posteriormente joga fora de casa, no Estádio Serra Dourada frente ao Vila Nova/GO, às 21h30 no Estádio Serra Dourada, dia 5/06. No dia 9/6, vai a Sorocaba/SP, para enfrentar o São Bento, no Estádio Walter Ribeiro, às 16h30.

O terceiro jogo, após o Sampaio Corrêa será no dia 15/6, às 19h15 na Arena Castelão, diante do Brasil de Pelotas/RS. Idêntica pausa ocorreu entre a quarta e a quinta rodada, mas não parece ter afetado o rendimento da equipe, entretanto, Rogério Ceni está preocupado com a sequência dessas partidas.

"Vai ficar muito puxado. Primeiro, você passa 10 dias parado, no sentido de sem jogo e depois faz três jogos em sequência. Pelo menos, na próxima partida, contra o Sampaio Corrêa/MA, vai ser possível recuperar todos os jogadores, especialmente o Derley, que está machucado", aliviou Rogério Ceni.

Reforços

E não serão apenas os atletas já estavam no elenco que ficarão à disposição para a partida contra o Sampaio Corrêa, como também outros que chegaram nos últimos dias, como os atacantes Minho e Marcinho. O primeiro já esteve no banco de reservas no último compromisso, enquanto que o segundo desembarcou no final de semana e já treinou com seus novos companheiros.

Márcio Augusto da Silva Barbosa, carioca de 23 anos, veio para substituir o atacante Osvaldo, por possuir características semelhantes. O jogador já atuou por Novo Hamburgo/RS, Ypiranga/RS, Internacional/RS, Brasil de Pelotas/RS. "Eu recebi um telefonema do Rogério Cen e isso pesou na minha decisão de vir defender o clube", disse ele.



Total de acessos: 178935

Visitantes online: 71