Carregando...

Publicidade

O Ceará fez uma exibição fraca, na noite de ontem, no Castelão, pela Copa do Nordeste, irritando a torcida com erros tão repetidos na Série A, como erros de passe, poucas finalizações, mas avançou com um sofrido 0 a 0. (Foto: Kid Júnior)

Copa do Nordeste, Ceará x CRB: Foi no sofrimento.

Ceará faz sua pior partida no ano, sofre pressão do CRB no Castelão, mas vai às semifinais com 0 a 0.

24/05/2018

Foi sofrido, sem gols e com vaia da torcida, mas o Ceará está classificado para as semifinais da Copa do Nordeste. O Vovô empatou em 0 a 0 com o CRB ontem à noite no Castelão e enfrentará o Bahia nos dias 19, no Castelão, e 26 de junho, na Fonte Nova, por uma vaga na decisão. O Alvinegro avançou pelo critério dos gols fora de casa, ao ter empatado em 3 a 3 no jogo de ida, em Maceió, mas decide a vaga fora por ter sido ultrapassado na classificação geral pelos baianos.

Mesmo com a classificação, a torcida do Ceará vaiou a equipe, insatisfeita com a fraquíssima atuação da equipe comandada pelo auxiliar técnico permanente do clube, Daniel Azambuja. A fraca exibição alvinegra, a pior da temporada, foi presenciada pelo novo técnico Jorginho, que assistiu a partida no Castelão. O treinador dirigirá a equipe no domingo, contra o Grêmio, às 19 horas pela Série A do Campeonato Brasileiro.

O resultado aumentou a série de jogos do Vovô sem vencer no ano. Já são 8 partidas, sendo seis pela Série A e as duas do confronto com o CRB.

Os jogadores do Ceará, embora entendam a bronca do torcedor, que vaiou no intervalo e após o apito final, destacaram a classificação conseguida para as semifinais e encarar o Bahia.

"Estamos em um momento difícil, troca de comando. É ter tranquilidade para trabalhar agora. A cobrança da torcida é normal, a gente entende, sabe que é dessa forma, mas o importante é a classificação. O Jorginho chegou para nos ajudar e melhorar na Série A, disse o atacante Felipe Azevedo".

Uso da vantagem

O Ceará entrou em campo com a vantagem no confronto, mas com o peso da campanha ruim na Série A e a saída recente do treinador Marcelo Chamusca. Sem confiança, a equipe alvinegra fez um primeiro tempo sofrível: errou passes demais, não criou uma chance de gols sequer e ainda mostrou as falhas defensivas vistas na Série A.

No 2º tempo, o Vovô poderia ter saído na frente aos 13 minutos com Élton.

Porém, em mais uma falha defensiva, o Vovô se complicou no jogo: aos 17 minutos, Naldo recuou errado e Luiz Otávio precisou parar Neto Baiano com falta para evitar o gol do CRB. O árbitro Mayron Novaes marcou o pênalti, mas ao consultar o auxiliar, a falta foi marcada corretamente fora da área.

Com um a menos, o Ceará que já não tinha a confiança necessária para atacar, recuou de vez. E segurou a classificação à duras penas, sofrendo pressão do CRB.



Total de acessos: 239506

Visitantes online: 1