Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Série A: Ineficiência alvinegra.

Ceará vê campanha empacar em 7 rodadas ao finalizar pouco e ainda errar metade das tentativas a gol

29/05/2018

O Ceará está em situação complicada na Série A por diversos fatores, mas um dos que pode explicar a ausência de vitórias e a campanha fraca - 3 pontos de 21 possíveis - em sete rodadas disputadas é a deficiente produção ofensiva. O Alvinegro tem sérias dificuldades para finalizar em gol a cada partida, fator que dificulta conseguir resultados. De acordo com o site estatístico footstats, em 7 jogos, o Vovô finalizou a gol apenas 60, média de 8 por jogo, uma a cada 11 minutos. Se não bastasse finalizar pouco - praticamente metade das tentativas são erradas: 29. O número indica que das oito finalizações, 4 são erradas.

Além do pé 'descalibrado', o Ceará precisa de 15 finalizações para marcar um gol, já que fez 4 até então na Série A (média de 0,57 por jogo), o segundo pior ataque do certame, superando apenas o Paraná, que fez 3. Para efeito de comparação, o Corinthians, que finalizou o mesmo número do Ceará até então - 60 - marcou 10 gols. Ou seja, a cada seis finalizações, o time paulista fez um gol.

Para ilustrar a ineficiência do ataque do Ceará, os números individuais de cada atleta no site footstats não são nada animadores. Tanto em quantidade de finalizações e aproveitamento, os alvinegros estão devendo. Apenas Pio, com 12 finalizações, 5 certas e um gol marcado, e Wescley, com 10 finalizações, 4 certas e 2 gols, tem números aceitáveis. O volante e lateral-direito Pio, tem o melhor aproveitamento em tentativas e finalizações no Vovô, hoje está na reserva, decisão contestada pela torcida, que o quer em campo pelo seu poder de finalização espera ajudar o Ceará a ter um aproveitamento melhor na Série A.

"Fico feliz por ter alcançado estes números em finalizações certas no Ceará. Muitas vezes o jogador finaliza de todas as formas tentando ajudar e as coisas não acontecem. Eu procuro estar sempre aprimorando minhas cobranças de falta, meus chutes de média e longa distância. Eu quero sempre ajudar o Ceará. A Série A é muito difícil, precisamos alcançar a primeira vitória o mais rápido possível para ganharmos confiança", disse ele.

Abaixo

Os demais estão finalizando pouco, como os atacantes: Élton, Arthur, Felipe Azevedo, Éder Luis, Hyuri e Douglas Coutinho tem juntos apenas 20 finalizações, sendo metade delas certas.

Élton é o que mais finaliza entre os atacantes, 8, com 5 certas e um gol, mas Felipe Azevedo finalizou apenas 3 vezes, sendo uma certa, a chance diante do São Paulo defendida por Sidão.

Ao fim da partida diante do Grêmio no último domingo, quando apenas Douglas Coutinho finalizou a gol, o técnico Jorginho admitiu que o fundamento das finalizações precisa melhorar. "Nós demos muitos chutes a gol, acredito que 11, mas todos sem muita direção, para fora, algo que precisamos também trabalhar, apesar de não termos tempo para treinos, pelos jogos até a Copa a serem quarta e domingo. Por isso temos que ter muita sabedoria e lidar com essa situação", disse o treinador do Ceará.

Ainda em busca de sua 1ª vitória na Série A, o Vovô enfrenta amanhã a Chapecoense, às 21 horas, na Arena Condá, pela 8ª rodada da competição.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 220324

Visitantes online: 25