Carregando...

Publicidade

Técnico Rogério Ceni conversa com três zagueiros do Fortaleza, procurando abordar a melhor estratégia para vencer o Sampaio Corrêa. (Foto: JL Rosa)

Sampaio Corrêa: "O adversário mais difícil que vamos enfrentar", diz Ceni.

01/06/2018

Não é comum o técnico Rogério Ceni dar entrevistas no pré-jogo, mas o comandante do Fortaleza foi à sala de imprensa Betinho Studart, no CT Ribamar Bezerra para alertar sobre o próximo jogo de sua equipe pelo Brasileiro da Série B. O confronto acontecerá amanhã, às 16h30 na Arena Castelão, contra o Sampaio Corrêa/MA.

"Será o adversário mais difícil que já enfrentamos ou que possivelmente nós vamos enfrentar. É um time muito competitivo, que joga muito junto, com pouca distância entre as linhas e com um contra-ataque muito rápido", elogiou o treinador do Leão. Rogério continuou dizendo que o Fortaleza já vinha notando esse crescimento do Sampaio Corrêa, mesmo quando ele ainda não tinha engatado a sequência de quatro jogos invictos, dois pela Copa do Nordeste, quando desclassificou o Vitória e dois pela Série B".

"Nós trouxemos o Marlon do Sampaio, era um jogador que já tínhamos observado pela competitividade do jogador. Já estudávamos o Sampaio desde esse tempo", completou o técnico.

Rogério, entretanto, está muito confiante no seu time: "Nós temos que ter bastante inteligência para furar o bloqueio e buscar mais uma vitória. Quando se joga com uma equipe que se considera inferior, você sufoca desde o início; quando é contra uma superior, você se resguarda e quando é do mesmo nível, como o Sampaio, temos que aproveitar as oportunidades", disse.

Jean Patrick

Rogério Ceni disse que o volante Jean Patrick está sendo observado, para se saber se terá condições de enfrentar o Sampaio Corrêa: "Se ele estiver se sentindo bem, vai para o jogo. Ele sente uma dor no púbis, a qual nós temos que controlar. Se tudo correr bem, ele estará na partida. Quanto ao Derley, já teve sarado o corte que apresentou no pé, então, nossa expectativa é entrar com o time que vem atuando nas outras partidas", disse.

Caso Jean Patrick não venha a atuar, Rogério informou que já testou algumas alternativas, como por exemplo: O deslocamento de Marlon para o setor de segundo volante e promovendo a estreia de Marcinho ou Minho.

Uma outra saída para o problema é a utilização do lateral-esquerdo Leonan como segundo volante. Outra possibilidade é colocar Felipe ou Igor Henrique, os quais estão com mais ritmo de jogo do que Anderson Uchôa, que passou um período se recuperando de lesão, seguido de uma virose, que o afastou dos jogos iniciais da Série B.



Total de acessos: 214684

Visitantes online: 3