Carregando...

Publicidade

Lisca acertou com o Ceará na segunda-feira, se juntou à delegação no Rio e comandará o Vovô diante do Botafogo hoje. (Foto: Israel Simonton/cearasc.com)

Ceará: é tentar de novo.

Agora com Lisca no comando, Ceará busca contra o Botafogo fora sua primeira vitória na Série A e sair da lanterna.

06/06/2018

O cenário do Ceará na Série A do Campeonato Brasileiro é dos mais nebulosos, com o clube na última colocação com apenas 3 pontos e o único que ainda não venceu após 9 rodadas. Para completar, após a terceira derrota sob seu comando em três jogos, Jorginho pediu demissão, com Lisca assumindo o time para uma árdua missão de fazer o time reagir e sair da lanterna.

Mas aí que reside a esperança alvinegra. A estreia de Lisca, hoje às 19h30 pela 10ª rodada da Série A, será marcada por muito simbolismo e coincidências positivas. O início da histórica reação do Ceará na Série B de 2015 começou contra o adversário de hoje: o Botafogo, e no mesmo local, o estádio Nilton Santos.

Na ocasião, o Alvinegro também vivia uma crise, no Z-4 com apenas 26 pontos e 8 de sair da zona maldita. Lisca já havia estreado, fora de casa contra o Criciúma e sofrido um duro revés por 3 a 0, mas venceria o líder da Série B por 1 a 0 com gol de Rafael Costa, iniciando uma reação heroica que o salvaria do rebaixamento, até hoje na memória dos alvinegros.

Naquela partida, atuaram três jogadores do atual elenco: o goleiro Éverson e os meias Wescley e Ricardinho. Dois deles estarão em campo, já que Wescley foi vetado pelo departamento médico.

Ciente de que precisa de um novo 'milagre' agora em 29 rodadas para tirar 6 pontos para o primeiro clube fora do Z-4, Lisca compara as duas situações.

"Será um compromisso muito importante como foi aquele. Precisamos urgentemente ter resultados positivos, somar pontos e Série A é bem diferente da Série B. As circunstâncias também são diferentes, antes eram 9 rodadas, agora faltam 29, mas sem dúvida aquela vitória marcou uma reação e espero que se repita. Precisamos muito dessa vitória contra o Botafogo", disse.

Lisca afirma que neste inicio de trabalho pensará jogo a jogo, nos três que terá até a parada para a Copa do Mundo - Botafogo (hoje), Palmeiras (10, no Castelão) e Atlético/MG (13, no Independência).

"Já vim conversando com os jogadores antes do treinamento sobre o entendimento tático, postura, saber de posicionar sem a bola, compactação, atacar. Vamos pensar jogo a jogo e fazer o melhor para cada partida até a Copa, que são três. Depois, vamos impor nossa forma de jogar, o que não conseguimos ainda na Série A", disse ele.

O adversário do Vovô, o Botafogo/RJ, tem 12 pontos e vem de vitória contra o Vasco. Valentim terá os retornos dos meias João Pedro e Renatinho.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 177012

Visitantes online: 33