Carregando...

Publicidade

São Bento impôs ao Fortaleza uma forte marcação, como nesse lance, em que dois atletas do time paulista cercam o volante Jean Patrick. (Foto: Divulgação/Fortaleza)

Fortaleza: Prejuízo dobrado.

Além da perda da invencibilidade frente ao São Bento, Leão teve baixas no time e precisa reagir com o elenco.

11/06/2018

De seis pontos que o Fortaleza foi disputar fora de casa, contra Vila Nova/GO e São Bento/SP, retornou com apenas um, no empate frente aos goianos, pela nona rodada. Diante do São Bento, no sábado passado, o Leão perdeu por 2a1, viu sua invencibilidade no Campeonato Brasileiro da Série B se desfazer e ainda por cima perdeu três jogadores titulares para o próximo jogo, felizmente em casa, pela 11ª rodada.

Na próxima partida, o Tricolor receberá o Brasil de Pelotas/RS, no dia 15 de junho, às 19h15 na Arena Castelão e o time não terá o lateral-esquerdo Bruno Melo, o volante Derley e o meia-atacante Marlon, todos eles punidos com o terceiro cartão. Além desses jogadores , o time orientado pelo técnico Rogério Ceni ainda corre o risco de perder mais dois titulares: o lateral-direito Tinga e o artilheiro Gustavo.

Tinga e Gustavo deixaram o campo de jogo em Sorocaba, sentindo dores na parte posterior da coxa, Gustavo no primeiro tempo e Tinga no segundo.

Esses jogadores já haviam demonstrado sentir alguma coisa muscular no jogo anterior, mas como se mostraram aptos a jogar frente ao São Bento, não foram poupados. "Não havia como prever uma contusão. O Gustavo tinha sentido cãibras no jogo anterior, mas para essa partida contra o São Bento, nenhum dos jogadores demonstrou qualquer sinal de que sentiriam dor muscular", explicou o coordenador técnico Charles Hembert, um dos membros da comissão técnica de Rogério Ceni, o qual ocupou a vaga do treinador principal, devido à suspensão automática de Ceni, por expulsão da área técnica.

Elenco

O francês Charles Hembert disse que é hora de puxar pelo elenco, na busca dos substitutos dos atletas que desfalcarão o time. Como o time tem a semana quase toda livre para treinar, haverá tempo para Rogério Ceni escolher os substitutos.

Para a vaga de Bruno Melo, Leonan, que vem sempre entrando nos jogos, será uma alternativa imediata, sem falar em Fabinho; No caso de Derley, Rogério Ceni tem as opções de Anderson Uchôa, Ìgor Henrique e Felipe. Na função de Marlon, existem duas possibilidades: Marcinho ou Minho, que mudam a forma de o time jogar, por serem atacantes natos, tipo pontas.

Avaliações

Além dos atlletas com o terceiro cartão, o departamento médico está às voltas com as possíveis lesões de Gustavo e Tinga. A assessoria de imprensa do Leão informa que ambos serão avaliados no dia de hoje. Caso não venham a se recuperar até sexta-feira, Pablo é a opção para a lateral-direita e Wilson, que já entrou no jogo passado, marcando inclusive o gol dos leoninos, é quem substitui Gustavo.

Há um outro desafio para o Fortaleza, que Charles Hembert explanou: "A derrota faz parte do campeonato, mas é muito fácil estar unido nos momentos de vitória e muito complicado estar unidos nos momentos de derrota. O elenco precisa reagir para isso". O Tricolor ainda lidera a Série B, com 23 pontos, quatro a mais que o segundo, o CSA/AL e seis a mais que o quinto colocado, o Coritiba/PR.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 177074

Visitantes online: 94