Carregando...

Publicidade

Jogadores alemães ficaram atônitos com o resultado totalmente inesperado contra a Coreia do Sul. Vergonha histórica para eles. (Foto: AFP)

Grupo F: Queda da Alemanha e glória dos valentes sul-coreanos.

28/06/2018

A Alemanha escreveu uma das páginas mais vexatórias de seu futebol nesta quarta-feira e está fora da Copa do Mundo da Rússia. Os atuais campeões mundiais, considerados um dos principais favoritos ao título, foram derrotados pela Coreia do Sul por 2 a 0, em Kazan, protagonizaram a grande zebra da competição até o momento e caíram na primeira fase do torneio pela primeira vez em 80 anos.

A última vez que os alemães haviam sido eliminados na fase inicial foi em 1938, na França, quando o torneio era disputado apenas em fases mata-mata e a seleção caiu logo na estreia para a Suíça, nos pênaltis. Desde que os grupos foram instituídos no Mundial, o país nunca havia caído neste estágio. O vexame ganhou contornos históricos com os gols sul-coreanos nos acréscimos, que deixou o time europeu na lanterna do Grupo D.

E ninguém poderia imaginar que isso aconteceria na Rússia. Atual campeã mundial e da Copa das Confederações, dona de um estilo envolvente e repleta de jogadores que atuam no mais alto escalão da Europa, a Alemanha era apontada como grande candidata à conquista. Mas, em três partidas, decepcionou de forma surpreendente. E só não teve a queda decretada antes porque buscou um improvável triunfo contra a Suécia já aos 50 minutos do segundo tempo e com um jogador a menos.

Agora, ampliou a sina recente dos campeões mundiais na primeira fase. Afinal, esta é a terceira Copa seguida que o atual vencedor do torneio cai neste estágio, repetindo a Itália, campeã em 2006 e eliminada precocemente em 2010, e a Espanha, vencedora em 2010 e surpreendida quatro anos mais tarde.

Zebra

Graças à maior qualidade técnica, os alemães finalmente exerceram a pressão esperada e dominaram o campo de ataque, mas em um contragolpe foi Son que perdeu grande chance, jogando rente à trave. Os últimos minutos foram de aflição dos atuais campeões, mas pouca inspiração. A zebra se tornou completa aos 48 minutos, com o gol de Kim Young-Gwon, inicialmente invalidado, mas confirmado pelo VAR. O desespero foi tanto que Neuer se lançou para o ataque como um jogador de linha. E foi aí que a Coreia matou o jogo. Um chutão para frente de Ju Se-Jong virou passe para Son marcar com o gol vazio. Fim de jogo e o vexame estava selado.



Total de acessos: 229899

Visitantes online: 5