Carregando...

Publicidade

Chamado de "lixo" por passageira, postulante do PSL disse que a mulher estava bastante embriagada. (Foto: AFP)

Perseguido: Jair Bolsonaro se envolve em discussão.

04/07/2018

São Paulo. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) teve que se esconder no banheiro na tarde de ontem para escapar de uma passageira que passou a cercá-lo e a chamá-lo de "lixo" na sala de embarque do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Quase sempre acompanhado nos terminais por seguidores que o aplaudem, gritam palavras em seu apoio e o seguem fazendo vídeos, fotos e selfies, o pré-candidato à Presidência viveu a situação adversa quando se preparava para embarcar num voo da Gol para Brasília.

A mulher chegou a se jogar no chão, preocupando outros passageiros que observavam a cena.

Bolsonaro confirma o episódio. "A senhora se aproximou, pelo que tudo indica, bastante embriagada, se encostando. Eu saí de perto, é lógico. Ela chegou a cair no chão sozinha", relata.

"Lamento o ocorrido. E lamento que não havia pessoa adequada (seguranças ou funcionários) no aeroporto para resolver o assunto. Até porque, pelo que eu acho, ela não poderia embarcar num estado desses", disse.

Viagens pelo País

Na quinta e na sexta passadas, o pré-candidato visitou o Ceará e participou de uma série de eventos. Ainda que, em discursos a apoiadores, tenha adotado um tom mais brando, defendendo a união de toda a população brasileira e enaltecendo as raízes cearenses de sua esposa, o ele não poupou críticas ao pré-candidato do PDT, o ex-governador Ciro Gomes, a quem chamou de "sardinha" e "coronel".



Total de acessos: 198207

Visitantes online: 32