Carregando...

Publicidade

Senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, voltou a criticar decisões do Judiciário. (Foto: Agência Senado)

Presidente do PT: Gleisi critica Moro, Gebran, plantonistas da PF e TRF-4.

09/07/2018

São Paulo. O PT publicou, ontem, em seu site uma nota em que critica o juiz Sérgio Moro, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e relator da Lava-Jato, João Pedro Gebran Neto, e também o presidente do TRF-4, Thompson Flores.

O texto, assinado pela presidente do PT e senadora federal Gleisi Hoffmann, ainda reclama dos delegados de plantão na Polícia Federal em Curitiba ontem por não cumprirem a ordem do desembargador Rogério Favreto, de plantão no tribunal da 4ª região. "São todos cúmplices da mesma violência contra os direitos de Lula, contra a democracia e contra a liberdade do povo de votar em quem melhor o representa nas eleições presidenciais de outubro", diz a nota.

Manifestações

Em meio ao embate entre desembargadores do Tribunal Federal da 4ª Região sobre o habeas corpus de soltura de Lula, o PT organizou atos públicos em cidades como em São Bernardo do Campo (Grande SP). Em Curitiba (PR), petistas também intensificaram a presença em frente da sede da Polícia Federal ao longo do domingo. Demonstrando não ter esperanças de que Lula seja solto imediatamente, Gleisi afirmou que a situação judicial do petista chegou a um "momento muito difícil".

Em um ato com cerca de 500 pessoas em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, a dirigente petista disse que, se depender do TRF-4, Lula ficará preso. "Chegamos em momento muito difícil para a situação judicial do presidente Lula. Já temos denunciado essa situação que é ilegal inconstitucional, que é ofensiva aos direitos humanos do presidente. Agora nós vemos que realmente está uma situação insustentável", disse Gleisi.

A presidente nacional do PT classificou a decisão do presidente do TRF-4 como "absurda" e "vergonhosa". O PT convocou os militantes para uma manifestação, em São Paulo, hoje a partir das 11 horas.



Total de acessos: 159672

Visitantes online: 18