Carregando...

Publicidade

Tite ainda não se pronunciou se seguirá no comando da Seleção Brasileira. (Foto: AFP)

Projeto Hexa: Hora do recomeço.

Fora da Copa, Brasil começa a fazer planejamento para seguir forte e chegar competitivo em 2022.

09/07/2018

Passada a eliminação da Seleção Brasileira da Copa do Mundo 2018, chega o momento de recomeçar e planejar o que fazer para o Brasil chegar firme na próxima edição do Mundial, no Catar, em 2022.

E tudo passa pela continuidade do trabalho do técnico Tite, à frente da comissão técnica. O treinador que assumiu a Seleção sob risco de ficar de fora da copa do Mundo da Rússia, já que a campanha nas eliminatórias não era boa, deu outro padrão à equipe, que respondeu dentro de campo.

Os números de Tite no comando da "Canarinho" são incontestáveis. Em 26 jogos, o Brasil conquistou 20 vitórias, empatou quatro vezes e perdeu em apenas duas oportunidades, sendo a última justamente na última sexta-feira, para a Bélgica.

Convite feito

O treinador já recebeu o convite para seguir o trabalho na Seleção até a próxima Copa, mas por enquanto, prefere deixar o futuro em aberto e apenas agradecer ao apoio que recebeu após a eliminação nas quartas de final. "Quero agradecer de coração, muito obrigado", disse aos cerca de 20 torcedores que recepcionaram a Seleção durante o desembarque no Rio de Janeiro.

Os jogadores brasileiros que estiveram no Mundial da Rússia aos poucos voltam à rotina, mas ainda expõem suas opiniões. O lateral-esquerdo Marcelo se pronunciou e disse que saiu de cabeça erguida do Mundial, porque confia no trabalho que todos fizeram. "É de cabeça erguida que a gente sai dessa Copa! Tentamos, lutamos, brigamos, tivemos lesões, recuperamos, jogamos com dor e assim vai... Fizemos de tudo para chegar o mais longe possível! A vida nos proporciona coisas maravilhosas, mas as vezes nos deixa triste por não conseguirmos alguns objetivos", escreveu Marcelo em sua conta no Instagram.

Marcelo, que sofreu com uma lesão nas costas durante a Copa, ainda afirmou que o Brasil não está longe do hexacampeonato. O lateral esquerdo falou sobre a importância de seguir em frente e visualizar o futuro.

"Esse sonho foi adiado, mas tenho muita confiança de que o Brasil está muito perto de conquistar esse título novamente! Vamos que vamos, vida que segue! Viramos a página e pegamos as coisas boas e levamos para a próxima convocação! Já já tem seleção outra vez!", finalizou o jogador.

Desabafo

Já o meia Willian preferiu publicar um desabafo nas redes sociais. "Apesar de meu coração estar machucado, minha consciência está tranquila, pois sei que todos fizemos o que podíamos para alcançar o nosso objetivo. No jogo de ontem tivemos chances de reverter o placar, o que infelizmente não aconteceu", escreveu. Willian explicou porque decidiu publicar a mensagem no sábado.

"A tristeza ontem era tão grande que me faltaram palavras para escrever algo para vocês. A tristeza permanece hoje, mas, com a cabeça mais tranquila, quero agradecer ao povo brasileiro por todo o apoio durante esses 47 dias que estivemos juntos, trabalhando duro por um só objetivo, que era trazer o título para o povo brasileiro", disse.

Titular da equipe de Tite desde o começo da Copa, Willian disse que torce para que "as coisas boas" do ciclo de trabalho sejam valorizadas, pois, segundo ele, podem dar "frutos importantes para o futebol brasileiro em breve", ressaltou o jogador.



Total de acessos: 198176

Visitantes online: 1