Carregando...

Publicidade

A estrutura do Túnel Milagres, que fica entre Pernambuco e Ceará, aberta ontem, possui quase 1 quilômetro de extensão e cerca de 9 metros de diâmetro. (Foto: Ed Ferreira/MI)

Outro Adiamento: Integração muda data de entrega da Transposição.

Com a abertura do túnel, o MI prorroga a previsão de entrega da obra mais uma vez, agora para setembro.

11/07/2018

Juazeiro do Norte. O Ministério da Integração Nacional (MI) informou, na noite de ontem que, nesta terça-feira (10), foi concluída a escavação do túnel Milagres, do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), localizado na divisa entre o Ceará e Pernambuco, no município de Penaforte, no Cariri cearense. No mesmo comunicado, a previsão é de que as águas do Rio São Francisco atravessem a estrutura até setembro deste ano. Com isso, a última previsão, de conclusão da obra em agosto, é mais uma vez modificada pela Pasta.

A estrutura do túnel possui quase 1 quilômetro de extensão e cerca de 9 metros de diâmetro. A obra faz parte da meta 1N do Eixo Norte, que trará água do "Velho Chico" ao território cearense, reforçando o abastecimento no Estado.

Com o término das escavações, as equipes técnicas vão trabalhar nos serviços finais do túnel Milagres: piso e acabamento interno das paredes. De acordo com cronograma de execução das obras do Eixo Norte, a previsão é de que as águas do Rio São Francisco atravessem a estrutura até setembro deste ano. Atualmente, o recurso hídrico já avança por 80 quilômetros dos canais do Eixo Norte até a terceira estação de bombeamento (EBI-3), em Salgueiro (PE) - a maior estação elevatória de todo projeto.

Segundo o MI, em alguns trechos da etapa 1N, os trabalhos acontecem 24 horas por dia. Mais de mil pessoas foram contratadas pelo consórcio Ferreira Guedes - Toniolo, Busnello, que assumiu a obra em maio deste ano. Ao todo, o Eixo Norte é composto por 260 quilômetros de extensão, distribuídos em três etapas: 1N (140 quilômetros); 2N (39 quilômetros) e 3N (81 quilômetros). Ele registra 96% de sua execução física. São três estações de bombeamento, 15 reservatórios, oito aquedutos e três túneis.

A primeira etapa (1N) do Eixo Norte é responsável por dar funcionalidade ao trecho, pois capta a água do Rio São Francisco, em Cabrobó (PE), e a elevará por 188,1 metros de altura - por meio das três estações de bombeamento (EBI-1, 2 e 3). Após bombeada, a água seguirá por gravidade até os estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Finalizada, ela deve beneficiar mais de 7 milhões de pessoas em 223 cidades no Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte - sendo 4,5 milhões moradores da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Essa água já abastece 12 mil moradores em comunidades rurais de Cabrobó e Terra Nova (PE).



Total de acessos: 196890

Visitantes online: 6