Carregando...

Publicidade

Pedetista Ciro Gomes encontrou o governador do Maranhão, Flávio Dino, que tratou o pré-candidato como (Foto: Twitter/Flávio Dino)

Apesar de Ofensiva do PDT: PCdoB deve ter candidata própria.

Mesmo com a tentativa de Ciro de fechar apoio com aliado maranhense, sigla confirma nome de Manuela D'Ávila.

17/07/2018

São Luís/Porto Alegre. Em busca do apoio nacional do PCdoB, às vésperas da convenção que oficializará sua candidatura na próxima sexta, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) se reuniu, ontem, com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em São Luís. Os dois partidos são aliados no estado. Apesar do empenho de Ciro, a presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), afirmou que o partido manterá a pré-candidatura à Presidência de Manuela D'Ávila.

Ciro foi ao Maranhão para o lançamento da pré-candidatura do deputado federal Weverton Rocha (PDT) ao Senado na chapa de Dino, que disputará a reeleição. O Maranhão é o único estado comandado pelo PCdoB.

"O comitê central se reunirá no próximo final de semana, em São Paulo. A pré-candidatura de Manuela está na pauta, mas a discussão é para a gente emular ainda mais (e não para retirar)", disse a presidente do PCdoB, Luciana Santos.

Segundo integrantes do PCdoB, uma candidatura própria à Presidência daria mais visibilidade ao partido e ajudaria a puxar votos para deputados.

"Quero muito (o apoio), mas é preciso respeitar o tempo do PCdoB. Eles têm uma candidata, que é uma moça de muito valor, a Manuela D'Ávila", disse Ciro.

Indefinição petista

Ministro do governo Lula, o ex-governador gaúcho Tarso Genro (PT) participou ontem, em Porto Alegre, de debate ao lado do pré-candidato do PSOL, Guilherme Boulos. Tarso citou Boulos e Manuela como possíveis opções, excluindo Ciro da lista.

Bolsonaro

Já o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) vai formalizar sua candidatura no próximo domingo, mas sem definir quem concorrerá como seu vice. Ele descartou a possibilidade do senador Magno Malta (PR-ES) de ser o vice. O general da reserva Augusto Heleno Pereira é cotado a vice.

Meirelles

Pré-candidato do MDB, Henrique Meirelles afirmou, ontem, contabilizar ao menos 450 dos 629 votos dos delegados para convenção nacional do partido, que deve ser realizada no dia 3 de agosto, em Brasília. Ele disse ainda que o MDB é "talvez" o único partido que pode disputar "sozinho" a eleição presidencial.



Total de acessos: 239364

Visitantes online: 1