Carregando...

Publicidade

O Ceará realizou praticamente uma pré-temporada após a parada para a Copa. (Foto: Kid Júnior)

Série A do Brasileiro: Dura missão do Vovô.

Ceará volta a jogar pela Série A na quarta-feira, com a necessidade de somar 51% dos pontos em disputa para não cair.

17/07/2018

Na próxima quarta-feira, 18, o Ceará volta a jogar pela Série A do Campeonato Brasileiro, em jogo pela 13ª rodada, às 19h30, contra o Sport no Presidente Vargas. Será um novo começo para o Alvinegro na elite do futebol brasileiro, já que a competição parou por um pouco mais de um mês, para a disputa da Copa do Mundo na Rússia.

O período foi importante para que realmente um trabalho fosse iniciado praticamente do 'zero', como uma verdadeira pré-temporada, visando uma recuperação imediata do clube na Série A. Afinal, em 12 rodadas, foram apenas 5 pontos ganhos, ocupando a 20ª e última colocação, uma carga pesada para os atletas carregarem a cada rodada.

Além disso, o técnico Lisca pôde enfim implementar sua filosofia de trabalho (já o treinador dirigiu o clube em apenas 3 partidas, em um intervalo de 9 dias antes da parada para o Mundial), recuperar jogadores que estavam contundidos, entrosar os novos contratados e melhorar o padrão físico do elenco.

"Esse período sem jogos tem sido muito produtivo. O grupo tem se esforçado muito para evoluir. Estamos, também, corrigindo os erros e melhorando a cada treino. A expectativa para o retorno do Campeonato Brasileiro é a melhor possível. Temos que manter esse ritmo nos próximos dias para voltarmos com tudo na competição", declarou o lateral-esquerdo João Lucas.

Desafio

Mas qual o tamanho do desafio que o Ceará terá nas 26 rodadas que ainda restam na Série A? Um desafio dos mais difíceis. Afinal, com apenas 5 pontos (7 distante de sair do Z4), o Alvinegro terá que somar pelo menos 40 dos 78 ainda a disputar, chegando aos 45 pontos, o número 'mágico' para a permanência na elite do futebol brasileiro.

"O campeonato está em sua 13º rodada. Cada uma dessas partidas até a 38º rodada será decisiva. Vamos encarar cada jogo como uma final. Lutaremos muito para tirar o Ceará da zona de rebaixamento da Série A", disse o goleiro Èverson.

Para somar mais 40 pontos em 26 jogos, o Alvinegro precisaria (com 13 jogos em casa e o mesmo número fora para fazer), ganhar pelo menos 10 deles, empatando outros dez, em uma projeção mais factível, com a equipe podendo 'perder' apenas mais 6 partidas até o fim da Série A. Mas claro que o número necessário de vitórias e empates pode variar - 11 vitórias e 7 empates ou 12 vitórias e 4 empates, por exemplo - mas o importante é o clube chegar à pontuação ' salvadora' na elite.

Para ilustrar o tamanho do desafio que o Ceará terá basta compararmos o aproveitamento que o clube tem hoje, de 13,9% com o que ele precisará chegar ao fim da 38ªrodada para escapar: para somar 40 pontos em 26 jogos, o clube terá que alcançar um aproveitamento de 51,2%, praticamente quadruplicando o atual. Este aproveitamento é próximo ao do atual 7º colocado da Série A, o Sport Recife, que tem 18 pontos.

Em 12 edições da Série A por pontos corridos desde 2006 (primeiro ano com 20 clubes), a média histórica para evitar o rebaixamento é de 45 pontos. A pontuação variou entre 46 (do Fluminense em 2009) e 40 pontos (do Palmeiras em 2014).


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 239673

Visitantes online: 2