Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

PDT, PSC, PSTU e PCB: Quatro partidos abrem convenções.

Corrida presidencial inaugura nova etapa, com a formalização de candidatos e a formação de alianças de apoio.

21/07/2018

Brasília. O PDT, o PSC, o PSTU e o PCB abriram na sexta-feira (20) a temporada de convenções partidárias para definição dos candidatos a presidente e a vice-presidente da República. O prazo de realização das convenções se estende até 5 de agosto.

Os convencionais do PDT se reuniram na sede do partido, em Brasília, e confirmaram o nome de Ciro Gomes como candidato a presidente. O PSC também se reuniu em Brasília e aprovou a candidatura de Paulo Rabello de Castro a presidente da República. No Rio de Janeiro, foi realizada a convenção do PCB, que indicou Sônia Guajajara à vice-presidência na chapa formada por Guilherme Boulos (PSOL), que acontecerá neste sábado (21).

Outros três partidos realizarão convenções nacionais neste fim de semana. PMN e Avante se reunirão também neste sábado (21). O PSL se reunirá neste domingo (22), no Rio de Janeiro, e deverá confirmar a candidatura do deputado Jair Bolsonaro. No próximo sábado (28), PTB e PV realizam convenções nacionais. Os dois partidos não devem lançar candidatura própria, mas definirão nesses encontros suas políticas de alianças. O PSB se reunirá no dia 30 de julho e também não terá candidato próprio.

A maioria das convenções se concentrará entre os dias 1º e 5 de agosto. Até o momento, 11 partidos anunciaram que vão se reunir nesse período, incluindo o MDB, o PT, o PSDB e a Rede.

Os partidos têm que registrar as chapas e as alianças no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até as 19h do dia 15 de agosto.

Gastos

O TSE estabeleceu o teto de gastos das campanhas para presidente em 2018. Cada candidato poderá gastar até R$ 70 milhões, no primeiro turno, e R$ 35 milhões, no segundo turno.

Neste ano, os 35 partidos políticos registrados no TSE receberão R$ 1,7 bilhão para financiamento das campanhas eleitorais. O Fundo Especial de Financiamento de Campanha foi criado no ano passado pelo Congresso e está previsto no Orçamento Geral da União de 2018. Com a proibição de doações das empresas, o fundo será a principal fonte de receita das campanhas.

Estratégia

As convenções são uma etapa importante nas eleições, que também vão eleger 27 governadores, 513 deputados federais, 1059 estaduais e um terço dos 81 senadores (27 vagas), com 1º turno em 7 de outubro e eventual 2º turno no dia 28. Isso é fundamental para conseguir mais fundos eleitorais e mais minutos de propaganda gratuita em rádio e TV, distribuídos em função do tamanho e do número de deputados de cada bancada.

"Todos terão que fazer muitas concessões. Alguns partidos esperam até o final para ter certeza de quem oferece mais", apontou Ricardo Sennes, diretor da consultora Prospectiva.

Ele destaca que o objetivo dos partidos é o apoio do chamado "Centrão", grupo de pequenos e médios partidos, geralmente de direita, sem candidatos fortes, mas que representam mais de um terço dos deputados.



Total de acessos: 215880

Visitantes online: 18