Carregando...

Publicidade

Filho do ex-vice-presidente José Alencar, Josué Gomes evitou dar uma resposta definitiva ao peessedebista, em conversa sobre as eleições. (Foto: Folhapress)

Cotado Para Vice: Josué indica que não "acrescenta" a Alckmin.

Empresário filiado ao PR prometeu consultar a família sobre convite para compor a chapa tucana à Presidência.

24/07/2018

São Paulo. A primeira conversa de Josué Gomes (PR-MG) com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) foi uma ducha de água fria para o tucano. Ao contrário do que se esperava, o empresário mineiro mostrou-se reticente a abraçar a vaga de vice-presidente na chapa.

Josué, primeiro, disse que achava que somaria pouco à campanha do ex-governador paulista, pois ele já conta com um bom cabo eleitoral em Minas, segundo o empresário, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que vai disputar o governo local. Depois, emendou que preferia deixar Alckmin "à vontade" para escolher um outro nome.

Diante de apelos do tucano e do cacique do PR, Valdemar Costa Neto, que o indicou ao posto, Josué disse que iria consultar a família e pensar sobre o assunto.

Josué já havia externado raciocínio semelhante a integrantes do Centrão. Os partidos que compõem o bloco capitaneado por PP e DEM, ao qual o PR se somou, receberam a informação com espanto e trabalham para amenizar o quadro e convencer o empresário a ficar com a vaga.

Josué é filho do ex-vice-presidente José Alencar, que subiu a rampa do Palácio do Planalto ao lado de Lula, em 2003 e 2007. O vínculo afetivo de sua família com o petista é um dos entraves à parceria com Alckmin. O partido de Lula sempre lembra o empresário da parceria histórica entre sua família e o PT.

'Humildade'

O relato da conversa de Josué foi transmitido por Costa Neto ao líder do PR na Câmara, José Rocha (BA). Ele ressaltou, entretanto, que caberá a Alckmin anunciar se o empresário aceitou ou não o convite para ser companheiro de chapa.

"O que Valdemar me falou é que Josué ponderou que, eleitoralmente, não acrescenta muito à chapa do Alckmin e que o Alckmin ficasse à vontade para buscar alguém que acrescentasse eleitoralmente. Mas que ele acha que o Alckmin é que deve realmente ser o presidente do Brasil", disse Rocha.

"Valdemar e eu discordamos, achamos que ele acrescenta e muito", rebateu o líder do PR. "Não entendo como um não nem como uma mineirice exagerada de humildade. Certamente o governador (Alckmin) deve se pronunciar", disse o líder do PR.

Já o encontro que Josué teria com o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), foi cancelado. A reunião com Pimentel foi cancelada a pedido do petista por causa de uma viagem dele, de última hora, a Brasília para uma audiência com a ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia.

O governador é réu numa ação penal no Superior Tribunal de Justiça (STJ).



Total de acessos: 240287

Visitantes online: 2