Carregando...

Publicidade

Lateral Tinga se diz estar em 100% de suas condições, até melhores que contra o CSA, para que possa buscar uma vitória sobre o Avaí. (Foto: JL Rosa)

Fortaleza x Avaí: Proibido vacilar.

Fortaleza recebe o Avaí, hoje, na Arena Castelão, em duelo contra rival direto pela permanência no G-4 da Segundona.

24/07/2018

Com adversários diretos para permanecer no G-4 da competição cada vez mais próximos, o Fortaleza tem mais um teste de fogo às 21h30 de hoje, na Arena Castelão, o Avaí/SC, pela 17ª rodada da Série B do Brasileiro.

Antes mesmo que o Leão possa avaliar os riscos e possibilidades ao encarar o quarto colocado, que tem 26 pontos, o Avaí é um adversário que traz uma boa recordação aos torcedores do Tricolor do Pici.

Para quem não lembra, o Fortaleza conseguiu o seu segundo acesso à Série A do Brasileiro em cima do Avaí/SC, em 2004, ao derrotar os catarinenses por 2 a 0, na Arena Castelão. No mesmo dia, o Brasiliense venceu o Bahia em Salvador e ajudou a garantir o acesso dos tricolores.

Nos dois últimos confrontos, pela Série B de 2008, o Fortaleza empatou em 2 a 2 com o Avaí/SC na Arena Castelão e perdeu

Contexto

Aquele acesso significativo do Leão marcou os tricolores, entretanto, agora o contexto é diferente. O time orientado pelo técnico Rogério Ceni agora se vê acossado por todos os lados, porque os rivais diretos tiraram toda a "gordura" de pontos que ele havia conseguido ao permanecer líder da Série B por 12 rodadas seguidas. E também pelo fato de que o Tricolor vem de duas derrotas seguidas em casa, uma para o Oeste/SP e outra para o Atlético Goianiense. Somando-se com o empate sem gols com o CSA/AL, já são três jogos sem vitória, o que incomoda a quem havia disparado na ponta da Série B.

"Contra o Avaí vai ser um jogo muito difícil e é muito ruim ficar três jogos sem vence. Vamos enfrentar um time calejado, de bons jogadores, mas temos que fazer valer o nosso mando de campo", disse o lateral-direito Tinga. O atleta diz que está em 100% de suas condições físicas para que possa colaborar na luta por uma vitória.

No que se refere ao time propriamente dito, o técnico Rogério Ceni deve promover apenas uma mudança na formação que empatou com o CSA, retirando o centroavante Wilson para a entrada de Getterson, que inclusive já fez a sua estreia. Essa é uma tendência forte, visto que o treino de apronto foi fechado e não se pôde confirmar todos os detalhes da formação principal. Tudo indica que o restante do time será o mesmo do jogo passado.

Promoções

A diretoria do Fortaleza fez várias promoções para atrair o torcedor, como meia entrada de mulheres, afora outras atrações. "Precisamos muito da nossa torcida para conseguirmos permanecer na liderança", disse Rogério Ceni, referindo-se ao jogo.

No Avaí/SC, o técnico Geninho não terá o zagueiro Fagner Alemão, mas em compensação, o zagueiro Airton, o lateral-esquerdo Capa, o volante Judson e o meia Renato estarão de volta.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 217305

Visitantes online: 8