Carregando...

Publicidade

Éderson já participou do treino, orientado por Rogério Ceni no Pici. (Foto: JL Rosa)

Fortaleza: Um goleador desenrolado.

Fortaleza apresenta atacante Éderson, cobiçado pela Série A e pronto para jogar de imediato na Série B.

26/07/2018

O disse-me-disse que havia acerca da vinda do atacante foi finalmente encerrado ontem no Pici. Em um ato só, o Fortaleza anunciou a contratação de Éderson, de 29 anos, e quase ao mesmo tempo o apresentou no Estádio Alcides Santos.

E o que é melhor: Éderson já chegou pronto para jogar no próximo sábado, às 16h30 no Estádio Alfredo Jaconi, pela 18ª rodada da Série B do Brasileiro.

A contratação do cearense de Pentecoste, Éderson Alves Ribeiro Silva, artilheiro do Campeonato Paranaense pelo Atlético/PR, veio em resposta às constantes perdas que o clube sofreu na sua linha de frente, totalmente desmontada, com a contusão do centroavante Gustavo e as saídas de Osvaldo e Edinho. Esse trio ajudou muito o Leão a chegar à liderança na Série B e agora para mantê-la, o clube trouxe um goleador despachado. Ele está pronto para entrar em campo, tal como fez ontem, que mal chegou de viagem, já foi a campo, marcando dois gols no treino.

Projeto

Éderson fala rápido e costuma ter sempre uma resposta preparada para as diferentes perguntas a ele endereçadas. Indagado sobre, qual o motivo de escolher o Fortaleza, quando havia muitos caminhos a seguir, ele respondeu: "Não foi pelo financeiro, porque eu tinha até outras propostas maiores que a do Fortaleza. Eu gostei do projeto e quando o presidente Marcelo Paz me ligou, eu senti muita sinceridade nas palavras dele. Eu estava decidido a outra coisa, mas quando ele me ligou, eu disse, presidente, me dê até amanhã ao meio dia que eu resolvo a situação", revelou o jogador.

Artilheiro

Éderson tem fama de grande definidor de jogadas. Na temporada atual, em 20 jogos, marcou 10 gols e foi o artilheiro do Campeonato Paranaense. Éderson é cria do maior rival do Fortaleza, o Ceará, mas depressa partiu para outros horizontes.

"Aquele ano (2013) foi muito especial para mim no Atlético Paraense e espero que esse ano em que estou chegando aqui, possa fazer muitos gols também e ajudar a minha equipe. Quando eu não estiver marcando gols, quero estar contribuindo com a marcação, com os passes, quero ajudar de alguma forma", disse Éderson, na entrevista.

O centroavante explicou como vinha mantendo a forma, depois de encerrar o seu vínculo com o Furacão e não ter havido renovação: "Terminou meu contrato com o Atlético no dia 30 (6) e depois eu passei a treinar no ABC. Não é a mesma coisa, mas se o professor precisar estou pronto para colaborar", disse.

"É preciso o jogador querer e ele está querendo muito, como o nosso grupo está empenhado em conseguir os resultados", reforçou o presidente Marcelo Paz. Na temporada de 2014/2015, Éderson também foi artilheiro do Kashiwa Reysol, com 15 gols, conforme o próprio atleta informou.

Experiência

O diretor de futebol do Leão, Daniel de Paula Pessoa, disse que estava feliz em trazer um jogador rodado para reforçar o Leão: "É mais uma contratação de um jogador com experiência em Série A, experiência internacional, artilheiro do Campeonato Brasileiro, já fez 10 gols em 20 jogos esse ano. Ele sabe o caminho das redes", elogiou.

O centroavante chega como novo camisa nove do Fortaleza, o qual passa a ter três jogadores da posição: Gustavo, que está se recuperando de fratura no braço, Getterson, que estreou contra o Avaí/SC e Wilson. "Não haverá mais contratação de camisa nove para o time, falo assim porque havia aquela dúvida se Éderson ou Grampola. Pode haver reforço em outra posição, mas não nessa, especificamente", explicou Marcelo Paz. Resta agora regularizar o jogador antes da partida contra o Juventude, o que deve ocorrer hoje.



Total de acessos: 217918

Visitantes online: 5