Carregando...

Publicidade

Com suas jogadas pelas extremas do campo, o atacante Marcinho surgiu como uma opção interessante para o técnico Rogério Ceni manter o jogo veloz, que notabilizou atletas que passaram pelo Leão em 2018. (Foto: Reinaldo Jorge)

Fortaleza: Pedalada veloz.

Marcinho, aos poucos, desponta como nova opção de velocidade de Rogério Ceni, aplacando a saudade de Edinho.

27/07/2018

Há pouco mais de um mês, ele deixou o gramado, na derrota para o Oeste/SP, com uma fratura à altura de uma das vértebras. Sofreu com a reabilitação, mas nãos e entregou e agora, aparece como um alternativa muito positiva para o jogo veloz que o técnico Rogério Ceni pretende manter no Fortaleza.

No jogo contra o Avaí/SC, pela 17 ª rodada da Série B do Brasileiro, Marcinho, como diz a gíria corrente dos boleiros, "estraçalhou" com o jogo, cavando o pênalti que originou o primeiro gol do jogo, do Leão e participando de outras jogadas em velocidade. Por um momento, a torcida tricolor se conformou um pouco mais com a saída de Edinho para o Atlético Mineiro. As arrancadas com a bola dominada que Edinho fazia, passaram para outras mãos, ou melhor, para outras pernas, tão elétricas quanto a da revelação da base tricolor, hoje no Galo Mineiro.

No Sul

O próximo jogo do Fortaleza, pela 18ª rodada da Série B será no Estádio Alfredo Jaconi, amanhã, às 16h30, contra o Juventude. Jogar no Sul é rever onde tudo começou, no futebol, passando pelo Internacional e depois sendo emprestado ao Brasil de Pelotas. Marcinho vai estar em seu território para procurar ser eficiente mais uma vez. "É bom jogar lá e tenho certeza de que faremos um grande jogo. A partida será à tarde e possibilita que possamos novamente impor o nosso ritmo de jogo e buscar a vitória", disse o jogador.

Elétrico

Elogiado pela partida feita contra o Avaí, Marcinho diz que sua característica é o futebol veloz. Reconheceu, que às vezes, prioriza a jogada em velocidade, parecendo estar "elétrico". "Eu fico feliz em ter colaborado com um nível alto de futebol. Existem vários jogadores do elenco, que gostam de jogar em velocidade, como eu, o Wesley, o Minho, entre outros. A gente gosta de partir pra cima, mas admito que tenho de caprichar um pouco mais e não deixar goleiro fazer grandes defesas comigo", disse.

O atacante disse que precisa de mais ritmo de jogo, para que possa melhorar o seu rendimento nas próximas partidas.

Finalizando, o jogador sentiu-se feliz em ver a torcida gritar o seu nome: "É gratificante, quando a gente ver que a torcida está jogando com a gente, não apenas comigo, mas também com todo o grupo, o que nos dá confiança para voltarmos a vencer".

Éderson

O atacante Éderson, apresentado como novo reforço do Fortaleza na última quarta-feira, viajou com a delegação, na tarde de ontem para o Rio Grande do Sul e aguarda a regularização para estrear contra o Juventude. O meia Dodô e o atacante Wilson cumprem automática.



Total de acessos: 217963

Visitantes online: 7