Carregando...

Publicidade

Rafael Pereira aceitou proposta da Chapecoense, rival do Vovô na Série A. (Foto: Thiago Gadelha)

Ceará: Baixa importante.

Rafael Pereira deixa o Ceará e se torna mais um titular do acesso a sair do clube, que se remonta na Série A.

27/07/2018

Aos poucos o time marcante do Ceará que conquistou o acesso no ano passado para a Série A vai se desfazendo em meio a dura disputa na elite, com o Ceará versão 2018 se tornando um time completamente diferente. Ontem, o zagueiro Rafael Pereira foi mais um a deixar o clube, ao acertar com a Chapecoense, rival do Vovô na Série A.

Com a saída dele, hoje no time de Lisca, apenas o goleiro Éverson, o zagueiro Luis Otávio e o volante Richardson ainda são titulares da equipe. Ou seja, já são 8 mudanças na equipe titular, tudo isso no decorrer da Série A, com 14 jogos disputados e na 20ª colocação com apenas 8 conquistados.

Da equipe base da Série B, seis continuam no elenco, mas hoje são apenas opções para Lisca: o lateral-direito Pio, o lateral-esquerdo Romário, o meia Ricardinho e os atacantes Elton e Leandro Carvalho, este último recém chegado. O sexto jogador é Pedro Ken, que não entrou em campo ainda pelo clube na Série A ao cumprir suspensão por doping, podendo retornar após o dia 20 de agosto.

Assim, o Ceará buscará a reação na Série A nas 24 rodadas restantes com um time praticamente com reforços: Tiago Alves, reserva na Série B, já vem se consolidando na zaga ao lado de Luis Otávio na ausência de Rafael Pereira nos últimos dois jogos por desconforto muscular (de acordo com a versão oficial do clube). As outras opções são Valdo, reserva na Série B, Patrick e Eduardo Brock.

Nas laterais, dois novatos: Samuel Xavier na direita e João Lucas na esquerda, deixando dois titulares do acesso no banco: Pio e Romário, além de Felipe Jonatan e Arnaldo.

No setor de meio campo, apenas Richardson ainda é titular, com os novatos Fabinho e Juninho se consolidando no setor na ausência de Pedro Ken. As outras opções de Lisca são Edinho e Jackson Caucaia.

No setor de armação, com Ricardinho perdendo espaço, Reina tem sido titular, e Lisca tem várias caras novas como opções: o colombiano Cardona e Juninho Quixadá, já que Wescley desfalca o Vovô por mais 3 meses.

O ataque foi o setor mais reformulado. Hoje os titulares são Arthur e Felipe Azevedo, mas as opções para o setor são muitas: Élton, artilheiro da equipe na Série B, e Leandro Carvalho, recém chegado, são os únicos que subiram com o Vovô na Série B. Os demais são todos caras novas: Éder Luis, Hyuri, Luidy, Romário (perto de voltar a jogar após cirurgia) e Juninho Piauiense, sendo que este último está sendo envolvido em negociação entre Sport e Ponte Preta, já que o Ceará quer devolvê-lo ao time pernambucano.

Saídas

Rafael Pereira foi o 4º jogador a deixar o Ceará após a pausa para a Copa. O zagueiro Bruno Pires, o atacante Douglas Coutinho e volante Naldo - então titular com o Lisca - já haviam saído.

Com proposta salarial maior e um contrato de 2 anos, Rafael que é catarinense de Rio do Sul, demonstrou interesse em jogar pela equipe do Índio Condá, clube que já defendeu em 2005, quando a Chape não disputava nenhuma divisão.

Com a negociação com a Chapecoense, o Ceará clube recebeu uma compensação financeira pela transferência. Por questões contratuais, ele não poderá enfrentar o Vozão na Série A.

Rafael Pereira foi titular absoluto em 2017 quando conquistou o Estadual e o acesso para a Série A. Este ano, o jogador vinha sofrendo com lesões e acabou perdendo espaço no time.

Ao todo, foram 64 jogos e 3 gols com a camisa do Alvinegro, todos marcados no ano passado: dois na Série B e um no Campeonato Cearense.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 218424

Visitantes online: 9