Carregando...

Publicidade

O Ceará segue treinando forte para encarar o Paraná no próximo domingo, 5, às 16 horas, fora de casa, pela 17 ª rodada da Série A. (Foto: JL Rosa)

Série A: Animado após duas vitórias pós Copa, Ceará terá três confrontos diretos seguidos para subir na tabela.

01/08/2018

Animado após duas vitórias seguidas pós Copa do Mundo, contra Sport e Fluminense, equipes que estava na zona da Libertadores ao enfrentá-lo, o Ceará tem um planejamento a ser seguido até o fim do 1º turno: de reduzir ao máximo a diferença para sair do Z-4, que hoje é de 6 pontos. Até lá, restam 4 partidas, sendo 3 delas confrontos diretos entre clubes na mesma faixa de pontuação do Vovô: Paraná (fora, dia 5 às 16 horas), Santos (em casa, dia 8, às 19h30, jogo antecipado da abertura do returno após o duelo com o Bahia, pela 15ª rodada, ter sido adiado para o dia 28) e Atlético/PR (em casa, dia 11 às 16 horas), todos hoje integrantes do Z4.

Se o Vovô tem 11 pontos em 15 jogos, o Paraná tem 13 em 16 partidas, o Atlético/PR (13 em 15) e o Santos (16 em 15). Ou seja, vencer estes adversários diretos será essencial para o Alvinegro saltar na tabela, buscando fôlego para deixar o Z4 futuramente, além de deixá-los estacionados na tabela.

No melhor dos cenários para o Vovô, vencendo os 3 jogos, o Alvinegro chegaria a 20 pontos, já deixando o Z4, ultrapassando Chapecoense, Santos, Atlético/PR e Paraná.

Se somar 7 pontos, o Vovô empatando com o Paraná e vencendo em casa Atlético/PR e Santos, por exemplo, o clube chegaria a 18 pontos, ficando com a mesma pontuação de Bahia, Chapecoense e Vitória, mas ainda do Z-4 pelos critérios de desempate.

Por estes pontos contra adversários diretos serem tão importantes na caminhada alvinegra, os jogadores do Ceará garantem foco máximo e cuidados redobrados. "É nítido que nossa equipe está mais compacta e evoluindo bastante. Na parte ofensiva estamos evoluindo e o sistema defensivo está sólido, sofrendo poucos gols. Ter estes confrontos diretos pode ser positivo lá na frente, com estes pontos fazendo uma diferença lá na frente, no fim do campeonato. Estamos pensando jogo a jogo, ponto a pontos. E os confrontos com Paraná, Santos e Atlético/PR são fundamentais para entrarmos naquele bolo do campeonato e procurar sair futuramente do Z4", declarou o volante Richardson.

Ainda ontem, a CBF divulgou as datas das rodadas iniciais do returno, com o Ceará enfrentando São Paulo e Flamengo nos dias 26 de agosto no Morumbi e 2 de setembro no Maracanã, ambos às 11 horas.

Formação

Para o duelo com o Paraná no próximo domingo, 5, às 16 horas na Vila Capanema, em Curitiba, Lisca já esboçou sua equipe titular, com duas alterações em relação a equipe que venceu o Flu no último sábado.

Com a ausência do lateral-direito Samuel, suspenso pelo 3º cartão amarelo, o volante Fabinho foi testado na função, na qual já exerceu no Internacional. Assim, com a vaga aberta por Fabinho no meio, Lisca promoveu o retorno de Richardson. Na zaga, Eduardo Brock ganhou a zaga de Luis Otávio, poupado.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 218901

Visitantes online: 5