Carregando...

Publicidade

Após acordo do PSB com petistas, Ciro Gomes criticou impacto da ação em campanhas de MG e PE. (Foto: AFP)

Declaração: Ciro diz que PT fez "manobra golpista".

03/08/2018

São Paulo. O candidato a presidente pelo PDT, Ciro Gomes, classificou, ontem, como golpe a manobra do PT que tirou Marília Arraes da disputa ao governo de Pernambuco para isolá-lo e chamou de aberração a proposta de ser vice de chapa petista.

"O que essa moça Marília Arraes tem a ver comigo? Ela merecia pagar esse preço? Será que o povo de Pernambuco vai engolir com casca e tudo essa providência golpista?", disse.

"Ninguém pode falar em golpe e praticar um golpe. Como se sacrifica um homem como Márcio Lacerda (PSB)?"

Na quarta-feira (1ª), as cúpulas do PT e PSB resolveram sacrificar candidaturas estaduais em nome de um pacto nacional que leva ao isolamento do candidato pedetista à Presidência.

Pelo acordo, o PSB ficaria neutro na corrida presidencial, e abandonaria a costura de aliança com o PDT.

Além disso, seria retirada a candidatura de Márcio Lacerda ao governo de Minas e o PT retiraria a candidatura da vereadora Marília Arraes ao governo de Pernambuco, em ato de apoio à reeleição do governador Paulo Câmara (PSB).

Lacerda e Marília

Lacerda afirmou que pretende entrar na Justiça para manter sua pré-candidatura ao governo mineiro, e que não apoiará a reeleição de Fernando Pimentel (PT). Horas depois da declaração do socialista, o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, mudou o diretório em Minas, para inviabilizar as intenções eleitorais de Lacerda.

Marília Arraes também tenta ainda se viabilizar como candidata ao governo de Pernambuco, venceu a pré-convenção do partido realizada na noite de ontem.

Em clima bastante acirrado, a grande maioria dos 251 delegados presentes ao encontro decidiu pela candidatura da petista.

Negociação para vice

O acordo entre PT e PSB também está mexendo com a vaga de vice na chapa pedetista. Segundo interlocutores, o deputado Silvio Costa (Avante-PE), que seria candidato ao Senado na chapa de Marília, estaria se sentindo "traído" pelo PT - Costa foi um dos deputados mais atuantes na defesa da ex-presidente Dilma. Costa já teria sido procurado pelo pedetista para ocupar a vaga de vice.



Total de acessos: 217899

Visitantes online: 3