Carregando...

Publicidade

A Lagoa das Timbaúbas é um dos principais atrativos naturais do Parque Municipal que leva o mesmo nome e que passará por uma grande revitalização, orçada em R$ 2,8 milhões. (Foto: Antonio Rodrigues)

Dentro da Cidade: Juazeiro vai revitalizar sua única área verde.

Como parte do projeto de revitalização, a Semasp realizou recentemente o plantio de 2 mil mudas.

11/08/2018

Juazeiro do Norte. O Parque Natural Municipal das Timbaúbas, que ao longo dos últimos anos tem sido abandonado pela própria população, será revitalizado. Com a ordem de serviço assinada na última terça-feira (7), o local passará por obras de reforma e urbanização para atrair mais visitantes e oferecer espaços de esporte e lazer.

Hoje, duas quadras ainda funcionam, mas não são cobertas e apresentam rachadura no piso. Outra, de futebol de areia, foi tomada pelo mato. O mesmo aconteceu com os banheiros e vestiários, cuja estrutura está ruindo aos poucos. A pista de skate ainda funciona e atrai muitos jovens. Já o anfiteatro, que não recebe atividades culturais, teve seu palco transformado em quadra de futsal pelos usuários. Muitos postes estão apagados. Há também, espalhados por toda área, bicas construídas no início da década de 2000 que estão abandonadas.

Orçada em R$ 2,8 milhões, com recurso do Governo do Estado do Ceará, o projeto de requalificação foi criado desde o ano passado. No Parque, será instalado um pórtico de entrada com guarita, bem como a recuperação da praça da edificação, já existentes, onde atualmente funciona a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (SEMASP). O projeto dispõe ainda da criação de uma pista de cooper e pista de passeio, dois playgrounds, um para crianças de 1 a 7 anos, e outro para aquelas que tiverem de 8 a 12 anos. Lá também haverá a criação de duas academias, banheiros públicos, recuperação e instalação de iluminação. A expectativa é que a conclusão ocorra em seis meses.

Segundo a secretária de Infraestrutura do Município, a arquiteta Gizele Menezes, autora do projeto, o objetivo da revitalização é fazer as pessoas voltarem a frequentar o Parque. "Atualmente está sendo subutilizado, porque não tem parquinho, academia. A prática de esportes não acontece com muita frequência", justifica. Por isso, será criada uma pista com três extensões: 800m, 1,5 km e 3 km. Ao redor, também será criado uma área de passeio público com a ampliação da calçada, que passará de 1,5 m para 3m de largura "para quem quer circular o Parque", conta a secretária.

A comerciante Maria Inácio da Silva, que há 18 anos tem um bar dentro do Parque das Timbaúbas, aguarda ansiosamente a obra de revitalização. Ela lembra que, quando chegou ao local, a área era muito atrativo, pois, principalmente aos sábados e domingos, várias pessoas visitavam as bicas e os parques. "Está precisando da obra. Aqui tudo é escuro, não tem iluminação. A gente já coloca uma lâmpada particular. De noite, temos medo", conta.

Eventos

Além da reforma, Maria Inácio acredita que é importante resgatar os eventos culturais realizados no anfiteatro que atraiam muitos jovens e famílias. "Dava gente demais. A Paixão de Cristo todo ano era aqui e não está sendo mais porque não tem luz. No fim de semana tinha banda de rock e era bom que só. Era muito movimentado. Aqui sempre foi bom", garante a comerciante. Já a pedagoga Maria das Graças Galvão, que trouxe os alunos para conhecer o Parque das Timbaúbas, acredita que ele poderia ser importante espaço para trabalhar a Educação Ambiental. "É beleza que nós temos em Juazeiro e muitos juazeirenses desconhecem", afirma.

Como parte do projeto de revitalização, a Semasp realizou recentemente o plantio de 2 mil mudas entre espécies nativas, frutíferas e de sombreamento e limpeza geral. O objetivo é proteger os recursos ambientais, levando em consideração a conservação do seu ecossistema e biodiversidade. Além disso, a Prefeitura de Juazeiro do Norte realiza, desde o mês de maio, o projeto "Domingo no Parque" para atrair a população à sua Unidade de Conservação ofertando alguns serviços sociais, como recreação e brincadeiras infantis, além de atividades esportivas, incluindo ciclismo, academia popular, aula de zumba, fitdance e ritmos e atletismo.

Mudas

Um projeto da Semasp oferece mudas de mais de 50 espécies de plantas nativas e frutíferas cultivadas em viveiro. A iniciativa busca rearborizar a cidade e ampliar a consciência ambiental. Para isso, qualquer cidadão juazeirense pode adquirir até cinco mudas por vez, através de solicitação via formulário, disponível no próprio Parque. O interessado pode encontrar Juazeiro, Sabiá, Oiti, Ipê, pés de maracujá, uva, caju, entre outros. Ao todo, são 8.753 disponíveis.

Criado a partir de decreto, no dia 23 de outubro de 2017, o Parque Natural Municipal das Timbaúbas, que possui 70 hectares, se tornou a primeira unidade de conservação do Município, enquadrada como uma Área de Proteção Integral. Única área verde dentro da cidade, ele já está no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC) e Sistema Estadual de Unidades de Conservação do Ceará (SEUC), o que garante proteção integral feita pelas três esferas governamentais. De lá, é retirada boa parte da água que abastece Juazeiro do Norte no seu lençol freático.

Após polêmica, algumas obras foram iniciadas dentro do equipamento. As primeiras, em 2014, com a construção do Centro de Reabilitação e da Oficina Ortopédica, que deveriam ser concluídas no mesmo ano. As duas estão paradas. Em 2016, começou a construção de um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), que atenderá 13 modalidades olímpicas, e uma piscina semiolímpica. Essas obras também estão paralisadas.



Total de acessos: 218905

Visitantes online: 4