Carregando...

Publicidade

O presidenciável tucano considerou positivo o fato de ter sido muito perguntado por adversários. (Foto: AFP)

Tucano: Alckmin diz que ser alvo "é bom sinal".

11/08/2018

O candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, avaliou na sexta-feira (10) que “ser alvo é bom, perigo é ser esquecido”, ao considerar positiva sua participação no debate de TV da noite anterior. Alckmin disse ser um bom sinal ter sido questionado por muitos dos seus adversários. O ex-governador participou de sabatina na Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na zona sul da capital paulista.

“Uma vez fui candidato a prefeito e tive com Fabio Feldmann, que havia sido candidato na eleição anterior. Perguntei a ele como foi a campanha e ele disse que foi muito bem tratado, só elogios. Mas isso porque não tinha nenhuma chance de ganhar”, brincou. “Então ser alvo é bom sinal”. Em um aceno à indústria de bens de capital, Alckmin afirmou ser possível conceder formas mais baratas de financiamento para o setor.

Persio Arida

Mais tarde, o economista Persio Arida, coordenador econômico do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) disse que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) fala barbaridades e tem “algo ridículo”, mas precisa ser levado a sério Bolsonaro lidera as pesquisas de intenção de voto em cenários sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A observação de Arida foi feita durante um debate entre formuladores de programas de governo organizado pela Fundação Lemann, num hotel em São Roque (SP).

“O Bolsonaro fala barbaridades, mas está falando ao coração das pessoas. É um fenômeno que precisa ser levado a sério. Tem que entender e falar ao coração dessas pessoas atingidas por ele”, comentou o ex-presidente do Banco Central e um dos formuladores do Plano Real.



Total de acessos: 218818

Visitantes online: 19