Carregando...

Publicidade

Felipe vem superando críticas e mostrando que se adaptou na função. (Foto: Helene Santos)

Fortaleza: Titular por méritos.

Volante Felipe supera críticas de quem não acreditava em seu futebol e se mantém titular na Série B.

15/08/2018

Desde quando foi contratado pelo Fortaleza, o técnico Rogério Ceni deixou claro que pretendia utilizar o volante Felipe não como lateral-direito, posição que o fez se destacar no clube, mas como segundo volante.

A decisão de Rogério Ceni teria encontrado grandes obstáculos para se efetivar, se não fosse o crescimento de produção do volante Felipe. Se antes ele era um pouco disperso em algumas ações da meia cancha, agora se mostra mais concentrado e eficiente na função de segundo volante, determinada pelo comandante da equipe.

De imediato, Luis Antonio Ferreira Rodrigues, seu nome verdadeiro, teve que enfrentar uma grande empreitada: Incluir-se numa meia cancha totalmente encaixada com Derley, Jean Patrick e Dodô. Esse trio fez o Leão avançar na liderança do primeiro turno da Série B e nenhum torcedor imaginava que alguém pudesse se intrometer no setor.

O estilo de jogo ofensivo do técnico Rogério Ceni, que prefere meias criativos e volantes que saiam para o jogo, abriu caminho para Felipe, que não é um marcador nato como Derley, porém, possui a qualidade de quebrar as linhas adversárias, quando parte de trás com a bola dominada, servindo os atacantes.

À espera

A característica ofensiva do time tricolor, que chegou a 31 gols na Série B, dividindo a primeira artilharia com o Atlético goianiense, foi o ambiente propício para Felipe mostrar o seu futebol. Dessa maneira, pelo estilo de jogo atual do Tricolor, volantes que a torcida aprova, como Anderson Uchôa - um gigante no ano passado no acesso à Série B- Igor Henrique, que mostrou bom futebol e Derley, cabeça-de-área raça pura, estão sem espaços no time atual, para começar jogando.

"Quando observei os jogos para acertar com o Fortaleza, gostei muito do Felipe, do Pablo e de outros jogadores, mas sempre achei que o Felipe se adaptaria melhor jogando por dentro", disse o técnico Rogério Ceni, na sua apresentação.

Gols e assistências

O volante Felipe está com dois gols marcados pelo Fortaleza na Série B, contra Oeste/SP e Guarani/SP e coleciona algumas assistências para gol. Por exemplo, diante do Paysandu/PA, em Belém, ele deu um passe milimétrico para o lateral-esquerdo Bruno Melo marcar o gol da vitória; Diante do Juventude, em Caxias do Sul/RS, foi dele a assistência para o atacante Éderson fazer gol justamente na sua estreia e diante do Avaí/SC, ele descobriu o atacante Marcinho bem colocado e fez o passe, o que ocasionou um pênalti no atacante e um gol do Fortaleza.

Ano passado, Felipe deu uma declaração com a qual parte da torcida ficou chateada. Inadvertidamente, na sala de imprensa, ele citou que "não veria a hora de ser negociado pelo clube e ir embora. Depois, ele esclareceu que seria um desejo apenas para um final de temporada, como qualquer jogador sonha em negociação, mas que amava o Fortaleza.



Total de acessos: 240286

Visitantes online: 1