Carregando...

Publicidade

Em Sobral, Camilo Santana (PT) fez caminhada no Becco do Cotovelo com Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB), dando início a uma campanha conjunta. Na foto, Eunício registra a troca de apoio com os ex-adversários. (Foto: Karison Mesquita)

Início da Campanha: Camilo tem a agenda mais intensa no 1º dia.

Ontem, quatro dos seis candidatos já foram às ruas. O petista esteve com sua dobradinha ao Senado: Cid e Eunício.

17/08/2018

No primeiro dia da campanha eleitoral no Ceará, quatro dos seis postulantes ao Governo do Estado fizeram valer o que já permite a legislação eleitoral e foram às ruas da Capital e de municípios do Interior em busca de votos do eleitorado. Em maior ou menor número, eles estiveram acompanhados por apoiadores e alguns até chegaram a ocupar, ao mesmo tempo, diferentes pontos de um mesmo bairro - o Centro de Fortaleza. Nenhum outro candidato, contudo, teve mais atividades no primeiro dia da campanha do que o governador Camilo Santana (PT), que tenta reeleição.

Um dos compromissos do petista no dia de ontem, aliás, foi marcado pela reunião que confirma a campanha conjunta das duas chapas governistas, quando o chefe do Executivo esteve com seus dois candidatos ao Senado - o ex-governador Cid Gomes (PDT) e o senador Eunício Oliveira (MDB) - em Sobral, reduto eleitoral dos padrinhos políticos, os irmãos Ferreira Gomes. Adversários na eleição passada, eles ontem distribuíram demonstrações de apoio mútuo no Centro de Sobral, com direito a caminhada, parada para um tradicional café no Becco do Cotovelo, um dos pontos históricos do Município, e incontáveis registros para as redes sociais.

Os candidatos chegaram ao Aeroporto Coronel Virgílio Távora, em Sobral, por volta das 12h30 e, de lá, seguiram até a Praça da Coluna da Hora, onde eram aguardados por apoiadores. Em caminhada no Becco do Cotovelo, Eunício Oliveira disse, em referência à divisão de chapas governistas, que não dá muita importância à ausência de "formalidade" da aliança.

"O importante não é a formalidade da aliança, o que é importante é a intensificação daqueles que querem um Ceará melhor, um Ceará de todos, que avance, que gere emprego, renda e oportunidade para as pessoas", argumentou. Questionado sobre quem é seu candidato a presidente, o emedebista, que já havia declarado voto no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso este, preso, consiga ser candidato, afirmou enquanto caminhava: "Você já sabe a minha posição. Eu estou na terra dele, estou em Sobral".

Dia cheio

Camilo Santana, por sua vez, ressaltou que, na campanha deste ano, buscará destacar "avanços" do primeiro mandato em educação, infraestrutura, geração de emprego e segurança, além de mostrar em que áreas pretende "avançar" caso seja reeleito. "Vamos mostrar o que foi feito, o que está sendo feito, corrigir aquilo que ainda não está bom para podermos garantir que o Ceará não pare, criando oportunidade para o povo cearense", declarou o governador.

Antes de ir a Sobral, o petista teve como primeira atividade de campanha, pela manhã, uma visita ao Mercado Central, em Fortaleza. Já na tarde e na noite de ontem, Camilo também cumpriu agenda em Quixeramobim, Barbalha e Crato. Hoje, ele faz campanha no Horto do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, e à noite tem comício em Caucaia.

O Centro de Fortaleza também foi o local escolhido por Ailton Lopes, candidato do PSOL, para iniciar a campanha. Pela manhã, ele participou com a candidata a vice, Raquel Lima (PCB), e outros candidatos da Frente de Esquerda Socialista, formada por PSOL e PCB, de café da manhã no Mercado São Sebastião e, depois, de caminhada no Centro. No fim da tarde, o postulante fez bandeiraço com apoiadores no cruzamento das avenidas 13 de maio e Universidade, seguido de caminhada pelo Benfica. Hoje, Ailton Lopes tem atividades em Morada Nova e Senador Pompeu.

Propaganda

Desde ontem, a Lei das Eleições permite a realização de propaganda eleitoral. A legislação autoriza, por exemplo, a realização de comícios, a utilização de alto-falantes ou amplificadores de som nas sedes dos partidos ou em veículos, além da distribuição de material gráfico, caminhadas, carreatas e passeatas. A propaganda na internet também já pode ser feita.

Dos seis candidatos a governador, dois, no primeiro dia de campanha, dedicaram-se mais a atividades reservadas. Hélio Góis (PSL) teve reunião com a assessoria de campanha e encontro fechado com lideranças evangélicas. Já Mikaelton Carantino (PCO) participou de reunião fechada com uma emissora de TV local para debater a participação em uma sabatina.



Total de acessos: 239617

Visitantes online: 1