Carregando...

Publicidade

Ricardinho foi um dos que mais se doaram em campo contra o São Paulo. (Foto: Folhapress)

Ceará: Derrota com prejuízos.

Vovô perde para o São Paulo, tem baixas contra o Bahia e vê distância para saída do Z-4 subir para 4 pontos.

27/08/2018

O Ceará entrou em campo na manhã de domingo pela 21ªrodada da Série A sonhando em surpreender o líder São Paulo no Morumbi. E quase conseguiu um ponto importante na luta contra o rebaixamento. O Vovô até segurou o resultado por uma hora de jogo, perdendo inclusive uma chance clara de abrir o placar no 2º tempo, mas não resistiu à pressão do líder e foi derrotado por 1 a 0.

O resultado interrompe uma série de cinco jogos de invencibilidade do time de Lisca e coloca uma pressão extra para o duelo de quarta-feira, às 19h30, no confronto direto pela permanência na Série A contra o Bahia, no Presidente Vargas, em jogo adiado da 15ª rodada. Com 17 pontos e na 19ª colocação, o Alvinegro viu a distância para sair do Z-4 aumentar para 4 pontos após os resultados da rodada.

Já para o São Paulo, a vitória conquistada foi importante na manutenção da ponta da tabela. Com 45 pontos, o Tricolor segue sem perder dentro de casa: são 10 jogos no Morumbi, sendo oito vitórias e dois empates.

No script

Pela situação das equipes na tabela e diferença de nível técnico, o roteiro da partida era claro: pressão são-paulina e resistência defensiva alvinegra. E com a bola rolando, o panorama se confirmou, com o São Paulo jogando dentro do campo defensivo do Ceará que, por sua vez, defendia com muita garra e organização tática, dificultando as ações do time da casa.

Ocupando bem as linhas defensivas, o Ceará marcou bem em grande parte da partida, irritando os jogadores do São Paulo. Mas a resiliência alvinegra tinha limites, e o time da casa criou chances de abrir o placar. Aos 12, em grande jogada de Rojas, o goleiro do Ceará, Éverson, fez duas belas defesas em chutes de Reinaldo e Everton.

O domínio são-paulino continuava, mas não era revertido em grandes lances. Apesar de finalizar 10 vezes contra apenas uma do Vovô, o São Paulo não encontrava espaço, com a estratégia do time de Lisca surtindo efeito e parando o líder na primeira etapa com méritos.

Na volta para o 2º tempo, o São Paulo continuou pressionando e Éverson foi novamente exigido, defendendo arremates de Nenê e Luan nos 15 primeiros minutos.

Chance alvinegra

Apesar de fechado na defesa, o Ceará criou uma chance de ouro aos 18 minutos, em contra-ataque tão esperado: Leandro Carvalho driblou dois marcadores, tabelou com Arthur e ficou de frente para Sidão, mas finalizou fraco para defesa do goleiro.

E chance perdida pelo Vovô custaria caro nos minutos seguintes. Em contra-ataque rápido, aos 32 minutos, Diego Souza recebeu de Reinaldo e só rolou para Bruno Peres bater na saída de Everson: 1 a 0 São Paulo.

O gol deixou o jogo mais nervoso, com os atletas discutindo muito em campo. Em um dos bate-bocas, Leandro Carvalho discutiu com o árbitro Wagner Reway e foi expulso. Com um menos, o Ceará se lançou ao ataque, mas nada criou e amargou uma derrota dura, apesar da luta.


(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


Total de acessos: 239335

Visitantes online: 1